PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Futuro dos EUA sobem com ganhos nos holofortes; Teto do débito aumenta

23/07/2019 08h20

Investing.com - O mercado de futuro dos EUA subia nesta terça-feira e um acordo bipartidário para o aumento o teto da dívida ajudou a impulsionar as ações, antes de uma enxurrada de lucros corporativos.

Congresso chegou a um acordo de dois anos que aumenta o teto da dívida até meados de 2021, eliminando o risco de que o governo perca os pagamentos da dívida em setembro.

O índice de tecnologia de futuros do Nasdaq 100 saltava 29 pontos ou 0,4% às 7h50, enquanto o Dow futures ganhava 480 pontos ou 0,3% e o futuros do S&P 500 subia 8 pontos ou 0,3%.

Os lucros continuaram em foco, com nomes como Coca-Cola (NYSE:KO), Travelers (NYSE:TRV), Lockheed Martin (NYSE:LMT), e outros reportando antes da abertura, enquanto a Visa (NYSE:V), Chipotle (NYSE:CMG), and Snap (NYSE:SNAP) devem divulgar seus lucros após o fechamento do mercado.

As ações dos fabricante de chips subiram, depois que a fornecedora AMS (SIX: AMS) da Apple (NASDAQ:AAPL) relatar uma forte perspectiva para o terceiro trimestre. A Micron (NASDAQ: MU) subia 0,3%, enquanto a Advanced Micro Devices (NASDAQ: AMD) ganhava 0,9%.

A Intel (NASDAQ: INTC) saltava 1,4% depois que um relatório do Wall Street Journal informou que a Apple (NASDAQ: AAPL) está perto de um acordo para comprar sua unidade de chips para smartphones.

Enquanto isso, General Electric (NYSE:GE) caía 0,5%, enquanto Perrigo (NYSE: PRGO) perdia 0,3% e a Steel Dynamics (NASDAQ: STLD) caía 5,2% depois de perder estimativas de ganhos.

Com relação a notícias econômicas, as vendas de imóveis usados para junho serão divulgadas às 11h00.

Em commodities, contratos futuros de petróleo dos EUA caía 0,1%, para US$ 56,17 por barril. Os contratos futuros de ouro recuavam 0,5% para US$ 1.420,05 por onça troy, enquanto o índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, subia 0,3%, para 97,188.