PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Abertura: Ibovespa futuro abre com nova queda e abaixo dos 100 mil pontos

23/08/2019 10h02

O índice futuro do Ibovespa abre a sessão desta sexta-feira com desvalorização de 0,90% aos 99.985 pontos, depois de ter queda de mais de 1,50% na véspera. A retaliação comercial chinesa com a adição de novas alíquotas contra produtos americanos contribui para o dia de aversão ao risco nos principais índices acionários globais. Os investidores também voltam as atenções para a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, em Jackson Hole às 11h00.

Por aqui, a tramitação da reforma da Previdência segue no radar. Assim como a repercussão internacional dos incêndios na Floresta Amazônica. A França se opôs, nesta sexta-feira, à parte agrícola do acordo comercial UE-Mercosul acertado no mês passado, enquanto a Finlândia se manifestou favorável a sanções contra a carne brasileira se as queimadas continuarem.

Já o dólar tem alta de 0,59% a R$ 4,0944.

O governo chinês vai retaliar as alíquotas americanas de 10% sobre US$ 300 bilhões de mercadorias chinesas que ainda não foram alvo da ira comercial de Trump contra o país asiático. Apesar de a aplicação de essas novas sobretaxas americanas terem sido adiadas para dezembro, o governo chinês anunciou sobretaxa de 5% sobre a soja dos EUA e de 10% sobre o petróleo americanos. Automóveis e autopeças também são alvo da retaliação chinesa, mas sem informações quanto ao tamanho da alíquota.

Quando o chairman do Fed, falar em Jackson Hole nesta sexta-feira, os operadores vão avaliar suas declarações em busca de pistas sobre se o banco central dos Estados Unidos adotará mais cortes de juros neste ano. Eles podem ficar decepcionados.

Com sua reputação de o mais direto a comandar o Fed em décadas, Powell pode se mostrar relutante em suas declarações a outros banqueiros centrais no simpósio econômico deste ano do Fed de Kansas City, evitando falar muito sobre para onde os juros irão.

O motivo: ele pode na verdade não saber, e não quer se comprometer. Para o presidente da gestora BlackRock no Brasil, Carlos Takahashi, o fato de potenciais mecanismos para estimular o crescimento mundial -tanto por vias fiscais, como monetárias- ainda estarem no campo das hipóteses tem corroborado a volatilidade experimentada nos mercados mais recentemente.

O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), informou que não irá apresentar seu parecer sobre a proposta na sexta-feira, como previsto, o que pode atrasar a tramitação em quatro ou cinco dias.

Jereissati explicou que precisará do sábado e do domingo para trabalhar no relatório, e ainda utilizará o início da próxima semana para conversas com senadores. A expectativa era que o relator apresentasse na sexta seu parecer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, de forma a fazer a leitura do relatório na próxima quarta.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,40%, a 20.710 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,50%, a 26.179 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,49%, a 2.897 pontos O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,72%, a 3.820 pontos.

O resultado de momento para os mercados acionários da Europa é misto nesta sexta-feira. Em Frankfurt, o DAX tem perdas de 0,06% aos 11.739 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE soma 0,34% aos 7.152 pontos. Já em Paris, o CAC tem avanço de 0,09% aos 5.393 pontos.

COMMODITIES

Após dois dias de quedas expressivas, a jornada desta sexta-feira foi marcada pela importante alta para os contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo com maior volume de negócios, com data de vencimento em janeiro de 2020, os ganhos foram de 3,63% a 613,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 21,50 iuanes.

No mesmo sentido, a sessão foi de ganhos também para os papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias da cidade de Xangai. O contrato mais líquido, para janeiro do próximo ano, somou 40 iuanes para 3.446 iuanes por tonelada. Já o de outubro de 2019, segundo em volume, teve alta de 28 iuanes para 3.715 iuanes por tonelada.

Já no caso dos contratos do petróleo, a sexta-feira é levemente negativa para os principais ativos. Em Nova York, o barril do tipo WTI é negociado com queda de 0,09%, ou US$ 0,05, a US$ 55,30, enquanto que em Londres, o Brent cede 0,23%, ou US$ 0,14, a US$ 59,78.

MERCADO CORPORATIVO

- SulAmérica (SA:SULA11)

A SulAmérica (SA:SULA11) assinou na véspera contrato para a venda de sua operação de automóveis e ramos elementares para o Grupo Allianz (DE:ALVG) por 3 bilhões de reais, de acordo com fato relevante da companhia brasileira nesta sexta-feira.

De acordo com o documento, o valor da transação foi fixado com base em um patrimônio líquido de 700 milhões de reais na recém-formada companhia a ser estruturada especificamente para o propósito da operação.

O interesse do Grupo Allianz (DE:ALVG) nos negócios de automóveis e ramos elementares da SulAmérica (SA:SULA11) "evidencia a qualidade das nossas operações, dos nossos resultados alcançados", disse a SulAmérica no comunicado.

- Alunorte

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, assinou na terça-feira uma portaria para a criação de uma força-tarefa que investigará danos ambientais em Barcarena (PA), após o despejo de efluentes da unidade de alumina Alunorte, da Norsk Hydro (NHY.OL), no ano passado.

Segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira pela PGR, a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) substitui um grupo de trabalho interinstitucional que atuava na área desde março de 2018 em parceria com o Ministério Público do Pará.

O órgão apontou que a decisão visa "apurar de forma mais eficiente, qualificada e integrada os danos ambientais" à área, monitorada desde fevereiro do ano passado, quando uma denúncia da comunidade local levou à descoberta de contaminações de solo e água das comunidades ribeirinhas por chumbo, bauxita e soda cáustica, segundo o MPF.

Despejos ilegais e não tratados da Hydro levaram ao embargo parcial da Alunorte, que operou por mais de um ano com metade de sua capacidade. O embargo foi revogado pela Justiça Federal de Belém em maio.

- JBS (SA:JBSS3)

A JBS (SA:JBSS3) afirmou nesta quinta-feira que seu conselho de administração aprovou a emissão de até 600 milhões de reais em debêntures, em duas séries.

No comunicado, a companhia afirmou que os recursos a serem captados serão usados para a compra de bovinos.

A emissão será feita em duas séries. Uma tranche, com remuneração atrelada ao CDI, terão prazo de 48 meses. A outra, referenciada no IPCA, terá vencimento em 60 meses.

- Gás

O Brasil poderá dobrar a produção de gás natural em terra para mais de 50 milhões de metros cúbicos por dia em 10 anos, a partir de programa governamental que busca medidas de estímulo para o desenvolvimento dessa indústria, afirmou nesta quinta-feira o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Dentre as medidas governamentais de incentivo ao setor, o ministro ressaltou a realização de leilão, em 10 de setembro, que irá oferecer 263 áreas em terra pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

"A partir do leilão, a perspectiva é de duplicação da produção de gás em 10 anos, com o gás crescendo em um ritmo maior que o do petróleo", afirmou o ministro, ao lançar em Brasília o Programa de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Terra (Reate) 2020.

Lançado em 2017, o Reate busca criar medidas para revitalizar as atividades de exploração e produção de óleo e gás em terra no Brasil, como forma de estimular desenvolvimento local e regional, além de aumentar a competitividade dessa indústria no país.

- TIM (SA:TIMP3)

A TIM Participações (SA:TIMP3) disse nesta quinta-feira que o conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, por unanimidade, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em acordo que abrange um valor de referência das sanções de 627 milhões de reais.

De acordo com comunicado, o acordo prevê ações de melhorias na experiência do cliente, qualidade e infraestrutura, por meio de aprimoramentos no processo de licenciamento das estações, evolução dos canais digitais de atendimento, redução dos índices de reclamação, entre outros.

Também contempla o compromisso adicional de levar banda larga móvel, por meio da rede 4G, a 366 municípios com menos de 30 mil habitantes, alcançando mais de 3,4 milhões de pessoas.

"A nova infraestrutura será implementada em três anos -sendo mais de 80% nos primeiros dois anos– estando garantido pela companhia o regime de compartilhamento com as demais prestadoras", afirmou a TIM (SA:TIMP3).

- Café

Os cafeicultores do Brasil, maior produtor do mundo, basicamente finalizaram, de forma adiantada, a colheita da safra deste ano, informou em relatório nesta quinta-feira a consultoria Safras&Mercado.

Segundo a Safras, os agricultores já colheram 98% da safra, valor acima dos 94% vistos em igual período do ano passado e também à frente de uma média de cinco anos, de 92%.

O ritmo da colheita neste ano foi mais rápido devido às condições climáticas anormais, que levaram à floração precoce e, consequentemente, ao desenvolvimento antecipado das cerejas, apontou o estudo.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente inicia o dia participando da cerimônia do Dia do Soldado, com imposição da Medalha do Pacificador e da Medalha do Exército Brasileiro. Na parte da tarde, recebe Odelmo Leão, Prefeito Municipal de Uberlândia/MG. O dia termina com a reunião de emergência para tratar das queimadas na Amazônia com Fernando Azevedo, Ministro da Defesa; Ernesto Araújo, Ministro das Relações Exteriores; Ricardo Salles, Ministro do Meio Ambiente; Jorge Antonio de Oliveira, Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência; e José Vicente Santini, Secretário-Executivo da Casa Civil.

- Paulo Guedes

Confira a programação do ministro para a sexta-feira:

10h30 - Audiência com o presidente da ANFAVEA, Luiz Carlos Moraes;

11h30 - Reunião com a presidente do IBGE, Susana Guerra;

15h00 - Audiência com o economista-chefe e sócio da Legacy Capital, Pedro Jobim;

16h00 - Audiência com o presidente da Petrobras (SA:PETR4), Roberto Castello Branco.