Bolsas

Câmbio

Conversa no Píer(C) pergunta: importar veleiros clássicos? E entrevista Thom Damrich, presidente da NMMA, USA e Eduardo Colunna, presidente ACOBAR.

Conversa no Pier

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

RIO DE JANEIRO, 26 de janeiro de 2016 /PRNewswire/ -- Uma iniciativa no Brasil, entre os entusiastas da náutica, pede equiparação para veleiros em uma portaria do MDIC que trata da importação de carros antigos. E falar de veleiros clássicos, do século passado, foi a maneira de abordar esta pauta, contrapondo com a entrevista de dois dirigentes importantes do setor. De Chicago, EUA, Thomas Dammrich, presidente da NMMA e de São Paulo, Eduardo Colunna, presidente da ACOBAR.

A NMMA (National Marine Manufacturers Association), numa tradução livre é a Associação Americana de Fabricantes de Produtos Náuticos, e a ACOBAR – Associação Brasileira de Construtores de Barcos e seus Implementos. Os números do mercado americano são impressionantes, enquanto em nosso país há pouco mais do que 70.000 embarcações registradas na Marinha do Brasil, nos Estados Unidos são 12 milhões. No Canadá, por exemplo, com menos de 6 meses do ano para a prática de recreação náutica, o faturamento anual foi da ordem de US$2 bilhões, em 2015. No Brasil faturamos em torno da metade de um US$1 milhão, apenas.

Mas a náutica pode ser considerada um sub setor, ou insumo da indústria do turismo, esta sim chega a trilhões de dólares, e talvez seja a janela para os "players" vislumbrarem alavancar negócios e oportunidades para o público consumidor. A Conversa no Píer entende esse cenário como uma demanda reprimida e esta edição de janeiro 2016 busca provocar discussões saudáveis. Uma delas é quanto à iniciativa de dois iatistas entusiasmados, Roberto Geyer e Rommel Castro, conhecidos no meio náutico, de buscarem junto ao Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio a equiparação para veleiros clássicos importados, para uma portaria que trata da importação de carros antigos, com mais de 30 anos de fabricação.

Também, nesta edição da Conversa no Píer©, vem em destaque uma obra de arte naval viva, o veleiro Cairu III, que avança já na quinta geração de herdeiros da família Geyer, navegando, vencendo regatas, contribuindo para a decoração da Baía da Guanabara, seu porto de domicílio, e agora disponível para charter através da plataforma online (em PC, Android e iOS) GetMyBoat www.getmyboat.com .

A Conversa no Píer© é uma publicação da Clínica Literária e do Instituto Brasil Costal – BRCostal e a leitura é gratuita.

Luís Peazê

+55 +21 9629 3334

contato@conversanopier.com.br

www.conversanopier.com.br  

FONTE Conversa no Pier

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos