Bolsas

Câmbio

Global Terrorism Index 2016: um aumento de 650% no número de mortes decorrentes do terrorismo entre países-membros da OCDE

Institute for Economics and Peace

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

LONDRES, 16 de novembro de 2016 /PRNewswire/ --

STRICTLY EMBARGOED: 05:00 GMT, WEDNESDAY, 16TH NOVEMBER 2016 

Redução de 10% no número global de mortes causadas pelo terrorismo em 2015 ofuscada pelo aumento do impacto geral do terrorismo com níveis recorde de terroristas em mais países   Sucesso militar contra o ISIL e Boko Haram resultou em menos mortes no Iraque e Nigéria, porém os dois grupos propagaram o terror em estados e regiões vizinhas   23 países apresentaram o maior número já registrado de mortes decorrentes do terrorismo, em comparação com o recorde anterior de 17 países em 2014  21 dos 34 países-membros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) registraram, no mínimo, um ataque terrorista com a maioria das mortes ocorrendo na Turquia e França  França, Turquia, Arábia Saudita, Kuwait e Tunísia apresentaram aumentos consideráveis da influência do terrorismo, uma deterioração de 6% na pontuação do GTI   O impacto econômico global do terrorismo atingiu US $89,6 bilhões em 2015  O número total de mortes causadas pelo terrorismo foi reduzido em 10% para 29.376 em 2015, de acordo com o Global Terrorism Index 2016, revertendo uma tendência de crescimento de quatro anos.

Logo -  http://photos.prnewswire.com/prnh/20141118/717092

As intervenções militares contra o ISIL e o Boko Haram resultaram em uma redução de 32% em mortes no Iraque e na Nigéria, o que contribuiu para uma diminuição geral nos números globais. Contudo, enquanto o ISIL e o Boko Haram enfraqueceram em casa, estas organizações se propagaram para outros países, elevando o impacto do terrorismo no resto do mundo e contribuindo para uma deterioração de 6% na pontuação geral do GTI neste ano.

O relatório anual, desenvolvido pelo Institute for Economics and Peace (IEP) com base no Banco de Dados do Terrorismo Global pelo National Consortium for the Study of Terrorism and Responses to Terrorism (START) e também outras fontes, fornece o recurso mais abrangente de tendências terroristas globais. Indica que, ao nível global, o número de países registrando o maior número de mortes em 2015 elevou-se para 23, seis a mais do que o número máximo anterior de 17. Os países apresentando deteriorações significativas na pontuação do GTI incluem França, Turquia, Arábia Saudita, Kuwait e Tunísia o que levou a grandes alterações na classificação do ano anterior, e foi responsável pela deterioração em geral na pontuação do GTI global porque as quedas superaram as melhorias na Nigéria e Iraque.

O ISIL e seus afiliados mais do que duplicaram o número de países nos quais estavam ativos passando de 13 em 2014 para 28 países em 2015, incluindo vários na Europa o que resultou em um número recorde de países apresentando os mais altos níveis de terrorismo nos últimos 16 anos. A extensão do Boko Haram nos países vizinhos de Níger, Camarões e Chad elevou o número de pessoas mortas devido ao terrorismo nestes três países em 157% fazendo com que Camarões e Níger chegassem respectivamente a 13ª e 16ª posições no GTI.

Steve Killelea, presidente executivo do IEP, disse: "O relatório do GTI deste ano ressalta o conjunto mais complexo de dinâmicas no terrorismo global nos últimos 16 anos. Enquanto por um lado a redução de mortes é positiva, a intensificação contínua do terrorismo em alguns países e sua propagação para outros é uma causa séria para preocupação e destaca a fluidez das atividades terroristas modernas. Os ataques no coração das democracias ocidentais ressalta a necessidade de respostas rápidas e personalizadas à evolução destas organizações".  

Nos países da OCDE, as táticas transnacionais do ISIL em combinação com os ataques de agentes solitários inspirados pelo grupo contribuíram para um aumento de 650% no número de fatalidades. 21 dos 34 países da OCDE vivenciaram no mínimo um ataque, com a maioria das mortes ocorrendo na Turquia e França. A Dinamarca, França, Alemanha, Suécia e Turquia registraram a maioria das mortes decorrentes do terrorismo em um só ano desde 2000. Mais da metade das 577 mortes estavam relacionadas ao ISIL, cujos ataques em Paris, Bruxelas e Ankara ficaram entre os mais devastadores da história destes países.

"Os militantes estrangeiros do ISIL que se dirigiram à Síria geralmente possuem um alto nível educacional, mas uma renda baixa, com muitos deles unindo-se ao estado islâmico em parte devido a um sentimento de exclusão em seu país natal. Entender os determinantes do terrorismo é crucial se quisermos desenvolver estratégias contra o terrorismo que ajudem a combater a radicalização. As operações militares estão claramente contribuindo para refrear o ISIL no Iraque, mas a atração contínua da organização, evidente nos ataques inspirados pelo ISIL na Europa, demonstra as limitações de uma abordagem puramente militar", comentou Steve Killelea.

Nos países da OCDE, o relatório indica que fatores socioeconômicos como o desemprego dos jovens, os níveis de criminalidade, o acesso às armas e a desconfiança no processo eleitoral são os fatores mais importantes estatisticamente correlacionados ao terrorismo. Nos países em desenvolvimento, uma história de conflitos, níveis de corrupção e desigualdades baseadas em grupos são mais significativamente correlacionadas às atividades terroristas.

O impacto econômico global do terrorismo atingiu US $89,6 bilhões em 2015: o Iraque sofreu o maior impacto econômico devido ao terrorismo, atingindo 17% de seu PIB em 2015. Os cinco países com o impacto total mais alto são Iraque, Afeganistão, Nigéria, Paquistão e Síria. Os cinco países apresentam 72% de todas as mortes devido ao terrorismo em 2015. Operando nestes países estão os quatro grupos terroristas mais perigosos e os responsáveis por 74% de todas as mortes: ISIL, Boko Haram, Taliban e al-Qa'ida. O ISIL superou o Boko Haram como o grupo terrorista mais mortífero em 2015 com ataques em 252 cidades diferentes e 6.141 mortes.

NOTAS AOS EDITORES 

O relatório completo do GTI e o mapa interativo podem ser acessados em:  www.visionofhumanity.org

Siga: @GlobPeaceIndex #TerrorismIndex

Curta no Facebook: www.facebook.com/globalpeaceindex

To view the original version on PR Newswire, visit: http://www.prnewswire.com/news-releases/global-terrorism-index-2016-um-aumento-de-650-no-numero-de-mortes-decorrentes-do-terrorismo-entre-paises-membros-da-ocde-300363376.html

FONTE Institute for Economics and Peace

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos