PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Após saída de ministros, pai de Eike Batista deixa conselho de empresa

6.abr.2012 - O empresario Eike Batista e a presidente Dilma Roussef, junto com o pai do empresario, Eliezer Batista, em evento de celebracao do inicio da producao de petroleo da OGX - Daniel Marenco/Folhapress
6.abr.2012 - O empresario Eike Batista e a presidente Dilma Roussef, junto com o pai do empresario, Eliezer Batista, em evento de celebracao do inicio da producao de petroleo da OGX Imagem: Daniel Marenco/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

11/07/2013 07h44

Quatro executivos deixaram nesta quarta-feira (11) o conselho do estaleiro OSX, de Eike Batista. Dentre eles, está o pai do empresário, Eliezer Batista, que ocupava a vice-presidência do órgão.

No final de junho, os ex-ministros Pedro Malan (Fazenda), Rodolpho Tourinho Neto (Minas e Energia) e Ellen Gracie (Supremo Tribunal Federal) já haviam deixado o conselho de administração da OGX.

Eliezer Batista já foi ministro de Minas e Energia, durante o governo João Goulart, e presidente da mineradora Vale.

Ontem, os conselheiros independentes - isto é, não vinculados ao controlador - Samir Zraick, Luiz Pereira e Rodolpho Tourinho também renunciaram. Os três também abandonaram os cargos que ocupavam no conselho da petroleira OGX, empresa "irmã" do estaleiro.

Com isso, o conselho da OSX ficou apenas com dois membros: o próprio Eike Batista e Aziz Ben Ammar. De acordo com o estatuto da companhia, o órgão deve ser formado por pelo menos cinco membros, dos quais 20% independentes. A OSX informou que convocará assembleia extraordinária para deliberar sobre novos conselheiros.

Com a falta de resultados e o pessimismo em relação ao futuro do grupo EBX, o mercado vem castigando as ações das empresas de Eike Batista na Bolsa de Valores.

Eike reduziu fatia na OGX em junho

Eike Batista reduziu sua participação na OGX em junho, e sua fatia da empresa passou para 57,18%, segundo informações enviadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A participação anterior de Eike era de 58,92%.

Foram realizadas operações de venda, entre os dias 7 e 13 de junho, de 56,16 milhões de papéis em um total de R$ 75,37 milhões.

Em 13 de junho, Eike havia dito que não tinha intenção de vender em Bolsa mais ações da sua petroleira, após se desfazer de papéis da companhia no fim de maio, o que na ocasião aumentou a desconfiança de investidores sobre a empresa.

Desde o ano passado, as campanhas exploratórias da OGX têm obtido resultados muito inferiores ao estimados pela companhia. 

No começo do mês, a empresa suspendeu três campos de petróleo, parou a construção de cinco plataformas e avisou que não investiria mais no aumento da produção dos poços do campo de Tubarão Azul, que pode parar de extrair petróleo em 2014.

(Com agências)