ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Imposto de renda

Receita atrasa restituição do IR de 1,7 milhão de pessoas; consulta sai 2ª

Do UOL, em São Paulo

12/12/2013 15h52Atualizada em 12/12/2013 16h35

A Receita Federal vai liberar a consulta ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda de 2013 na segunda-feira (16), a partir das 9h, mesmo dia em que o dinheiro será depositado para uma parte dos contribuintes. A outra parte --mais de 1,7 milhão de pessoas-- vai ter que esperar até dia 20, sexta-feira, para receber o dinheiro.

A consulta inclui também lotes residuais dos anos de 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008.

A informação foi divulgada pela Receita nesta quinta-feira (12), após ter adiado a liberação da consulta ao lote, inicialmente prevista para dia 9. Normalmente, a consulta é liberada uma semana antes do depósito do dinheiro, que desde abril estava marcado para a próxima segunda-feira (16).

A Receita não informou qual a causa dos atrasos, e disse que o pagamento da restituição em duas datas "permitiu contemplar o maior número possível de restituições, incluindo inclusive aqueles contribuintes que foram liberados da malha durante o mês de dezembro".

Na segunda-feira (16), a Receita deve depositar a restituição para 467.825 contribuintes, num total de R$ 500 milhões. Já na sexta-feira (20), outros 1.714.083 contribuintes devem receber um total de R$ 2.167.696.962,95.

Em valores, esse último lote de restituições será o maior da história. Em número de beneficiários, no entanto, o lote a ser liberado na próxima semana está em segundo lugar, perdendo para o de julho de 2012, quando o Fisco ressarciu 2,46 milhões de contribuintes.

O dinheiro será depositado na agência indicada pelo contribuinte ao fazer a declaração. O valor é corrigido pela Selic (taxa básica de juros), mas, após cair na conta, não recebe nenhuma atualização.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet.

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte pode acessar o site da Receita Federal ou ligar para o Receitafone, no número 146.

Para quem ainda não teve a declaração liberada, a Receita tem um sistema para verificar se a declaração está com algum problema e oferece oportunidade de corrigi-lo.

Mais Imposto de renda