PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

TAM vai estrear novos aviões da Airbus com voo SP-Manaus em janeiro

Letícia Marçal

Do UOL, em Guarulhos

07/07/2015 10h36

A companhia aérea TAM anunciou nesta terça-feira (7) que seu primeiro avião do modelo A350 XWB da europeia Airbus vai começar a voar em janeiro do ano que vem, na rota Guarulhos (São Paulo) – Manaus.

Em março de 2016, o A350 XWB deve começar a ser usado no trajeto Guarulhos - Miami (EUA) e, a partir de abril, na rota Guarulhos - Madri (Espanha).

A empresa vai começar a receber os aviões em dezembro deste ano, como já era previsto. No total, a TAM comprou 27 aviões desse modelo, e as entregas devem ser feitas gradualmente até 2019.

A TAM é a quarta empresa aérea do mundo a receber os aviões (a primeira foi a Qatar Airways), e a primeira da América. O avião da brasileira terá capacidade para 348 passageiros. A aeronave pode conter diferentes configurações, dependendo da companhia aérea.

No final de junho de 2015, o A350 XWB havia recebido 781 pedidos firmes de 40 clientes. 

O modelo

O avião, de médio porte e longo alcance, tem parte da fuselagem e das asas feita com material similar a fibra de carbono. O modelo vem para concorrer com o 787 e o 777 da norteamericana Boeing. 

Com inovações na aeronave, a Airbus promete diminuir as dores de ouvido comuns nas viagens de avião e reduzir o jet lag, cansaço causado por longos voos em que há mudança de fuso horário.

São fabricados três modelos do A350 XWB: 800, 900 e 1.000. A TAM adquiriu os aviões do modelo 900, que têm 66,9 metros de comprimento por 17,05 metros de largura, em média, e autonomia de voo de 14,4 mil quilômetros.

Nesta terça, a TAM informou que a configuração dos primeiros três aviões terá 30 poltronas na classe executiva e 318 na econômica.

Cada fileira da econômica terá nove assentos de 45,72 cm de largura, o que, segundo a companhia, dará aos clientes mais espaço, além de oferecer janelas panorâmicas e bagageiros mais espaçosos para guardar seus pertences de mão.

A empresa está estudando criar uma econômica 'plus' a partir do quarto avião, o que vai ocasionar mudanças na configuração das três primeiras aeronaves.

Treinamento e rotas

Para que os futuros pilotos do A350 XWB estejam totalmente familiarizados com o manuseio do avião, eles vão cumprir cerca de 60 dias de treinamento em solo e em voo. 

Segundo a TAM, esses profissionais hoje operam o modelo A330 e serão designados para comandar o A350 XWB devido à similaridade entre as linhas de produtos da Airbus. 

Essa semelhança facilita e reduz custos de operações, treinamento e manutenção.

PUBLICIDADE