Bolsas

Câmbio

Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Temer diz que reforma de trabalho e Previdência não tira direito adquirido

Do UOL, em São Paulo

Michel Temer (PMDB) disse em seu primeiro pronunciamento como presidente interino que as eventuais mudanças na lei trabalhista e na aposentadoria não vão afetar direitos adquiridos.

"Tenho compromisso com reformas, mas quero fazer uma observação. Nenhuma das reformas alterará os direitos adquiridos pelos cidadãos brasileiros." Ele disse que vai respeitar a Constituição e ouvir a sociedade antes de qualquer mudança.

"Vou seguir o que dizia [o ex-presidente Eurico Gaspar] Dutra: 'O que diz o livrinho?'. O livrinho é a Constituição Federal", afirmou.

Temer disse que muitos temas polêmicos estão em tramitação no Congresso Nacional, mas ele vai ouvir todos os setores antes de definir alterações.

"Há matéria controvertidas, como reforma trabalhista e previdenciária. Têm como objetivo o pagamento das aposentadorias e a geração de emprego. Para garantir os pagamentos, portanto. É uma agenda difícil, complicada. Será balizada pelo diálogo. Quando decidirmos algo, será com a compreensão da sociedade brasileira. Uma base parlamentar sólida servirá para conversarmos com a sociedade."

Bolsa Família e Lava Jato

Temer reforçou em seu discurso que manterá programas sociais dos governos anteriores, como o Bolsa Família, e que assegurará a continuidade da Operação Lava Jato. Temer falou horas depois de ter assumido as funções da presidente afastada, Dilma Rousseff.
 

A crise econômica no bolso: o que mudou na sua vida?

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos