Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta segunda, 22 de agosto

Saulo Novaes

Do UOL, em São Paulo

Mercado em queda

O Ibovespa fechou hoje em queda de 2,23%, com 57.781,24 pontos. É a maior baixa percentual diária desde 24 de junho, quando a Bovespa havida perdido 2,82%. Apesar disso, a Bolsa acumula ganho de 0,83% no mês e de 33,29% no ano.

A baixa de hoje foi puxada pela queda da maioria das ações. Dos 59 papéis listados no Ibovespa, apenas dois fecharam em alta. As ações da Petrobras, da Vale e do Banco do Brasil caíram mais de 3%.

O dólar teve queda de 0,18%, cotado em R$ 3,202. Com isso, o dólar acumula desvalorização de 1,28% no mês e de 18,91% no ano.

Leia mais
 


Sem aumento de salário...

O governo do presidente interino, Michel Temer, não deve mais apoiar propostas que tratem de aumento salarial para servidores públicos. De acordo com o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, está na hora de "segurar essa questão".

Nos últimos meses, o Congresso aprovou um pacote de reajustes para diversas categorias do funcionalismo, com impacto de R$ 58 bilhões, o que gerou críticas da sociedade.

Leia mais
 


...e sem aumento de imposto

Faltando menos de duas semanas para o envio ao Congresso Nacional da lei orçamentária de 2017, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, garantiu que não haverá surpresa e que o governo fechará as contas do ano que vem sem aumento de tributos.

De acordo com Padilha, a proposta do Orçamento será feita com mais cortes nas despesas para garantir o cumprimento da meta fiscal de 2017, de deficit de R$ 139 bilhões.

Leia mais
 


Luz no fim do túnel

Economistas consultados pelo Banco Central mantiveram a estimativa para o PIB (Produto Interno Bruto), inflação e juros para o fim de 2016. Para 2017, os especialistas reduziram a previsão de inflação de 5,14% para 5,12% e melhoraram a previsão do crescimento da economia de 1,1% para 1,2%.

Na semana passada, o Ministério da Fazenda revisou a projeção para o crescimento da economia em 2017 de 1,2% para 1,6%.

Leia mais
 


Informalidade latente

A quantidade de trabalhadores sem carteira de trabalho assinada tem crescido nos últimos meses. Em todo o Brasil, são hoje cerca de 10 milhões de trabalhadores informais. No início deste ano, eram 9,7 milhões. E a tendência é de que esse número continue crescendo ao longo dos próximos meses

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua compilados pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

Leia mais
 


Indenização milionária

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou uma indenização de R$ 892 milhões à elétrica mineira Cemig, em valores de dezembro de 2012. A medida é uma compensação pela renovação antecipada de concessões de transmissão de energia da companhia no final daquele ano, no âmbito de um plano do governo federal para reduzir as tarifas de eletricidade.

A indenização será paga à Cemig a partir de 2017, por meio da cobrança de valores nas tarifas dos consumidores.

Leia mais
 


Caminhões autoguiados

O Uber, maior operador mundial de serviços on-line de carros, além de ter em mente um futuro de carros autoguiados, agora, pode estender esse futuro ao segmento de caminhões.

A empresa anunciou a aquisição da Otto, uma start-up de 90 funcionários cujo foco é desenvolver tecnologia para caminhões autoguiados, o que reordenaria o setor de transporte rodoviário e entregas.

Leia mais
 


Agenda

Na agenda da semana, amanhã a Fundação Getúlio Vargas divulga o Índice de Preços ao Consumidor Semanal.

Também na terça o Banco Central divulga a Nota do Setor Externo, que contém informações sobre o balanço de pagamentos e as reservas internacionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos