PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Poupança perde R$ 2,712 bilhões em outubro, aponta Banco Central

istock/f_
Imagem: istock/f_

Do UOL, em São Paulo

07/11/2016 15h15

A caderneta de poupança perdeu R$ 2,712 bilhões em outubro, marcando o décimo mês seguido no vermelho, informou o Banco Central nesta segunda-feira (7).

O resultado foi melhor do que o observado em outubro do ano passado, quando a poupança havia registrado perda de R$ 3,264 bilhões.

No último mês, os saques superaram os depósitos em R$ 1,77 bilhão no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto na poupança rural foram sacados R$ 941,88 milhões a mais do que a soma dos depósitos.

No acumulado de 2016, a poupança teve perda líquida de R$ 53,251 bilhões. Com o desempenho de outubro, o resultado acumulado em dez meses já é praticamente o mesmo verificado em todo o ano de 2015, quando a saída líquida foi de R$ 53,568 bilhões.

Financiamento imobiliário

O saque de recursos tem consequências para o financiamento imobiliário, porque as regras do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) determinam que parte dos depósitos da poupança seja direcionada ao crédito habitacional.

Investimentos

Em outra frente, a tradicional caderneta também perde atratividade como alternativa de investimento diante dos juros altos, oferecendo rentabilidade menor que aplicações que têm retorno baseado na Selic (taxa básica de juros).

Em outubro, o Banco Central cortou a taxa básica de juros pela primeira vez em quatro anos, para 14% ao ano. Mesmo com tendência de queda na taxa de juros e menos inflação, a aplicação ainda não é indicada por especialistas. 

(Com Reuters)