Bolsas

Câmbio

Consumidor não pode atrasar conta por causa da greve; saiba como pagar

Do UOL, em São Paulo

  • iStock

Os bancários de São Paulo e do Rio de Janeiro decidiram participar da greve geral marcada para sexta-feira (28), mas quem tem uma conta para vencer no dia da paralisação não poderá usar a manifestação como desculpa para deixar de fazer o pagamento.

Segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), os pagamentos devem ocorrer normalmente. 

No dia da paralisação, será possível fazer o pagamento das contas pelos caixas eletrônicos, internet banking, aplicativo do banco no celular, serviço telefônico do banco e também pelos correspondentes bancários.

Veja o que dá para fazer em cada canal alternativo:

Caixas Eletrônicos

  • Pagar contas
  • Fazer saques
  • Realizar depósitos
  • Emitir folhas de cheque
  • Transferências
  • Consulta de saldo/extrato
  • Saques de benefícios sociais
  • Bloqueio e desbloqueio de cartão
  • Empréstimo pessoal
  • Resgate de investimento
  • Solicitação de débito automático

Correspondentes bancários

São estabelecimentos credenciados pelos bancos, como supermercados e casas lotéricas, por exemplo.

  • Pagar boletos bancários e faturas de concessionárias de serviços públicos
  • Fazer saque
  • Retirar benefícios sociais
  • Fazer depósito em conta corrente ou em conta poupança
  • Consultar saldo/extrato

Internet banking

  • Fazer pagamentos
  • Agendar pagamento de boletos bancários e de faturas de concessionárias de serviços públicos
  • Consultar saldo, extratos, lançamentos futuros, investimento, poupança, aplicações e transações agendadas
  • Realizar transferências
  • Pedir e desbloquear talão de cheques

Mobile banking

  • Pagar contas
  • Consultar saldos
  • Verificar extratos
  • Contas de investimentos

É necessário verificar com o banco a necessidade de cadastramento de senha para realizar as transações pelo aplicativo.

Banco por telefone

  • Pagar contas
  • Consultar saldo/extrato
  • Fazer transferências
  • Aplicar e resgatar investimentos
  • Pedir talões de cheque

Greve dos Correios

Os trabalhadores da estatal entraram em greve por tempo indeterminado na última quarta-feira (26). Entre os motivos para a paralisação estão as ameaças de privatização e de demissões, além do fechamento de agências.

Porém, segundo os Correios, a paralisação é parcial e não afetava o atendimento nesta quinta-feira (27). "As agências estão abertas em todas as regiões do país e serviços como Sedex e Banco Postal estão disponíveis. Somente os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje) estão suspensos", informou em nota.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos