Bolsas

Câmbio

Operação Lava Jato

JBS comprou dólares na véspera e acabou lucrando com escândalo, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

A JBS comprou grandes quantidades de dólares na quarta-feira (17), segundo nota publicada pelo jornal "O Globo" na manhã desta quinta-feira (18). A compra, portanto, foi feita antes de ser noticiado que a delação da JBS envolve diretamente o presidente Michel Temer e antes da disparada da moeda. Com isso, a empresa teria lucrado com o escândalo.

O UOL entrou em contato com a empresa, que informou que não irá se manifestar.

Na quarta-feira, o dólar comercial fechou em alta de 1,23%, a R$ 3,134 na venda. Nesta quinta-feira, o dólar disparou após a divulgação do escândalo, chegando a passar de R$ 3,40 na venda.

A Bolsa também vive dia de pânico: chegou a cair mais de 10% e ter os negócios interrompidos pelo mecanismo de circuit breaker.

O Banco Central afirmou que "não comenta casos específicos que podem envolver regulados". O comentário foi enviado a jornalistas, após questionamentos à instituição.

O BC ressaltou ainda que, "no âmbito de suas competências legais, o Banco Central apura informações recebidas de várias fontes, com vistas a eventual abertura de processo punitivo".

Delação

Na noite de ontem, o jornal "O Globo" divulgou que Joesley Batista, um dos sócios da JBS, gravou uma conversa em que Michel Temer autoriza pagamentos para silenciar o ex-deputado Eduardo Cunha, preso desde outubro. Temer admite o encontro, mas nega a conversa.

O dono da JBS teria feito as afirmações sobre Temer à PGR (Procuradoria-Geral da República) como parte de uma delação que ainda não foi homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), de acordo com o jornal.

Aécio Neves, presidente do PSDB e senador por Minas Gerais, também foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista, segundo a publicação. Aécio foi impedido de exercer funções de senador pelo Supremo, nesta quinta-feira.

(Com Estadão Conteúdo)

Irmãos Batista se envolveram em cinco casos de corrupção em um ano

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos