Consumidores registram mais de uma reclamação por minuto na Black Friday

Do UOL, em São Paulo

A Black Friday deste ano teve mais de uma reclamação por minuto, em média, segundo dados do site Reclame Aqui. Das 18h de quinta-feira (23) até o meio-dia desta segunda-feira (27), foram registradas 6.997 queixas, uma média de 1,3 por minuto. No mesmo período do ano passado, foram 5.281 reclamações. 

Os principais motivos de insatisfação dos consumidores foram:

  • propaganda enganosa (11,5% das reclamações);
  • problemas na finalização da compra (10,3%);
  • e divergência de valores (7,3%).

A empresa com o maior número de reclamações no site foi a Americanas.com, com 567 queixas entre quinta e segunda-feira. Procurada pelo UOL, a empresa disse que não iria comentar sobre as reclamações.

Clique aqui para conhecer as empresas com mais queixas no Reclame Aqui.

Leia também:

Procon: maior queixa foi 'maquiagem' de descontos

O balanço mais recente divulgado pelo Procon-SP teve 379 reclamações até as 21h de sexta-feira. As principais causas de queixa foram:

  • maquiagem de descontos, quando a promoção sobre o preço do produto não é real (30,61% das queixas);
  • produtos oferecidos pelas empresas que não estavam mais disponíveis (26,12%);
  • e mudanças nos valores ao finalizar a compra (24,8%).

Teve problemas? Saiba como reclamar

Quem teve problemas com as compras na Black Friday deve buscar uma solução com a própria empresa ou procurar um órgão de defesa do consumidor, como os Procons (confira aqui os endereços). O registro também pode ser feito nos sites Consumidor.gov.br e Reclame Aqui.

Consumidores lotam lojas em busca de descontos da Black Friday

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos