Bolsas

Câmbio

Empresa chinesa compra aplicativo de transportes 99

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

A empresa chinesa Didi Chuxing, que se apresenta como a maior plataforma de transporte por aplicativo do mundo, anunciou nesta quarta-feira (3) a compra do aplicativo brasileiro 99 (antiga 99 Táxi), que opera no mesmo segmento. O valor do negócio não foi revelado.

Segundo a empresa chinesa, a compra deve acelerar o crescimento da 99 na América latina. Hoje, a 99 opera em 400 cidades no Brasil, tem mais de 300 mil motoristas cadastrados e 14 milhões de usuários, de acordo com a empresa.

O negócio acontece um ano após a Didi liderar uma rodada de investimentos no aplicativo brasileiro. O valor investido na época pelos chineses ultrapassou os US$ 100 milhões.

Unicórnio

Embora o valor da transação não tenha sido revelado, Ariel Lambrecht, um dos fundadores da 99, publicou em sua página no Facebook a figura de um unicórnio em 31 de dezembro do ano passado. No setor de tecnologia, empresas consideradas como unicórnios são companhias novatas com valor de mercado de mais de US$ 1 bilhão.

Em dezembro, o presidente-executivo da 99, Peter Fernandez, disse à agência de notícias Reuters que a companhia estava trabalhando em uma rodada de captação de investimentos para sustentar sua expansão com foco especial na categoria "pop", de carros particulares e que funciona em 26 cidades do país. A Didi era a maior interessada no negócio, disse o executivo na ocasião.

Empresa comprou Uber na China

A Didi ficou conhecida em 2016, após comprar a operação do rival Uber na China. Entre seus acionistas estão a Apple, a gigante do comércio eletrônico Alibaba e o banco de investimentos japonês Softbank.

Em dezembro, a Didi levantou US$ 4 bilhões junto a investidores, em parte para financiar uma expansão global. A última rodada de captação avaliou a companhia chinesa em mais de US$ 50 bilhões.

A compra da 99 marca um passo significativo na estratégia global da Didi, segundo a empresa. A companhia chinesa fechou parcerias com sete empresas internacionais, em uma rede que atende mais de mil cidades no mundo e atinge mais de 60% da população mundial.

Além da 99, a Didi investiu na norte-americana Lyft, na indiana Ola, na Grab, de Cingapura; na Taxify, da Estônia; e na Careem, do Oriente Médio.

(Com Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos