IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Comando do Exército se reúne para decidir ação na greve de caminhoneiros

Luiz Kawaguti

Do UOL, em São Paulo

25/05/2018 14h16

O Alto Comando do Exército está reunido na tarde desta sexta-feira (25) para discutir as possibilidades de atuação na paralisação dos caminhoneiros, segundo o UOL apurou. Porém, por enquanto, eventuais ações de segurança pública são de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal, da Força Nacional de Segurança e das polícias estaduais. 

O presidente Temer anunciou a ação de forças federais para resolver a crise, mas uma eventual intervenção das Forças Armadas na segurança pública depende de decreto presidencial.

Leia também:

Na quinta-feira (24), o Alto Comando do Exército se reuniu por videoconferência, e os comandantes dos sete comandos militares de área do Brasil foram colocados em estado de alerta.

Esse estado pode eventualmente evoluir para uma situação de maior mobilização ou até ação, dependendo de determinação presidencial.

Para colocar as Forças Armadas em missões de segurança pública, o governo federal precisa decretar operação de Garantia da Lei e da Ordem.

A desobstrução de vias sob responsabilidade da União também pode ser realizada por outras forças federais, tais como a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança.

Nas rodovias estaduais, a ação pode partir das polícias de cada estado.

No momento, há mobilização de agentes da Polícia Rodoviária Federal em vários estados e da Força Nacional em Minas Gerais, segundo fontes do Ministério da Segurança.

Mais Economia