Topo

CCJ aprova o Orçamento impositivo; Previdência fica para depois da Páscoa

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

2019-04-15T20:57:53

2019-04-15T21:13:49

15/04/2019 20h57Atualizada em 15/04/2019 21h13

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou hoje o relatório que cria o Orçamento impositivo. O texto segue agora para o plenário da Casa. O principal objetivo da proposta é tornar obrigatória a execução de emendas de bancadas estaduais.

Com isso, o debate sobre a admissibilidade da reforma da Previdência será retomado amanhã (16), a partir das 10h.

Votação da Previdência na CCJ fica para depois da Páscoa

A CCJ adiou a votação do relatório de admissibilidade da reforma da Previdência para a próxima semana, após o feriado de Páscoa. Segundo o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), o texto será apreciado pela comissão na segunda (22) ou na terça-feira (23).

Pelo acordo firmado entre líderes do governo, da oposição e do Centrão, a discussão do relatório será retomada amanhã e se estenderá até às 22h.

O governo sofreu uma série de derrotas ao longo da sessão de hoje. Primeiro não conseguiu aprovar um requerimento para inverter a ordem dos trabalhos. Desta forma, a CCJ fez a leitura da ata da reunião anterior e do expediente.

Em seguida, os integrantes da comissão aprovaram o requerimento de inversão de pauta. Com isso, o orçamento impositivo passou a ser o primeiro item e a reforma da Previdência o segundo.

Mais Economia