IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Mídia e Marketing


Um terço das verbas de publicidade vai para o meio digital, aponta pesquisa

Eliane Pereira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-06-07T19:21:24

07/06/2019 19h21

Um terço das verbas investidas em publicidade no Brasil vai para o meio digital, que em 2018 faturou R$ 16,12 bilhões. É o que revela a pesquisa Digital AdSpend 2019, do Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil), entidade que reúne as principais empresas do mercado digital, entre veículos, agências, anunciantes e empresas de tecnologia.

"Este é, sem sombra de dúvidas, o retrato do mercado brasileiro de publicidade digital mais consistente que o IAB Brasil já realizou. Para isso, em parceria com a PwC, desenvolvemos um modelo estatístico totalmente novo, que foi testado e retestado várias vezes ao longo do ano passado", afirmou Cris Camargo, diretora executiva do IAB Brasil.

O objetivo do Digital AdSpend é traduzir, de forma clara, como as diversas modalidades e formatos de publicidade online estão sendo utilizados. A categoria Vídeo foi a que ficou com a maior fatia: 38% do bolo digital, à frente de Display e Mídias Sociais (com 34%) e de Search, Classificados e Comparadores de Preço (18%).

Mesmo atraindo um volume expressivo do investimento publicitário do mercado brasileiro, por aqui o digital ainda tem uma participação percentualmente inferior ao dos EUA (39%) e abaixo do Reino Unido, onde arrecada mais da metade das verbas publicitárias (52%).

A nova edição da pesquisa foi realizada pela primeira vez no país pela consultoria PwC com uma metodologia mais abrangente. O levantamento contou com a participação de 70 das maiores empresas em atuação no mercado digital brasileiro (entre anunciantes, agências e veículos), que enviaram informações detalhadas sobre o montante e o destino das verbas de veiculação em mídias digitais.

Segundo Cris Camargo, as empresas que participaram compõem uma amostra representativa do mercado, com uma variação significativa por segmentos de indústrias, modelos de negócio, estágio de vida, situação concorrencial, nível de digitalização do negócio e uma série de outras variáveis que podem impactar nas decisões de verbas destinadas à publicidade online.

"Dessa forma, foi possível construir um modelo para cada um dos principais setores, respeitando suas particularidades, e, assim, obter resultados estatisticamente consistentes", disse a diretora executiva do IAB Brasil.

A metodologia desenvolvida é inédita e será apresentada no IAB Global Summit 2019, que acontece no México, em novembro.

5G é a grande onda que vai unir o mundo real ao digital, diz chefe da Intel

UOL Notícias

Mais Mídia e Marketing