IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Reforma da Previdência


Medo de político perder voto atrasa entrada de estados na nova Previdência

Antonio Temóteo

Do UOL, em São Paulo

27/06/2019 04h00

A inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência é necessária porque eles também estão quebrando. O déficit nos estados chega a R$ 100 bilhões hoje e pode quadruplicar até 2060. Só que ainda não houve essa inclusão basicamente porque governadores e deputados federais têm medo de desagradar funcionários públicos estaduais e perder votos.

Esse impasse está atrasando a leitura do voto complementar do relator, Samuel Moreira (PSDB-SP). De um lado, governadores defendem que as regras para a aposentadoria de servidores sejam estendidas para estados e municípios. Os deputados argumentam que a reforma pode ser feita nas assembleias estaduais e nas câmaras municipais.

Os deputados afirmam que os governadores não querem se submeter ao desgaste político de enviar às assembleias projetos de lei para mudar as regras de aposentadoria. Com isso, transfeririam essa responsabilidade aos parlamentares, que também temem a perda de votos nas próximas eleições.

Os governadores argumentam que as reformas previdenciárias aprovadas durante os governos FHC (Fernando Henrique Cardoso) e Luiz Inácio Lula da Silva tinham efeitos direitos para estados e municípios. Os governadores pressionaram Moreira para que ele estendesse as mudanças para os servidores estaduais e municipais e divulgaram uma carta pública.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência