IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

BB oferece de R$ 20 mil a R$ 200 mil a empregado que pedir demissão

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

29/07/2019 12h10

O Banco do Brasil anunciou hoje uma reorganização institucional para transferência de empregados entre as diversas cidades em que possui agências. Além disso, um Programa de Adequação de Quadro (PAQ) foi aberto para os empregados do banco público e oferecerá incentivos de R$ 20 mil a R$ 200 mil para aqueles que se demitirem voluntariamente.

Segundo a estatal, a intenção é melhorar a eficiência no atendimento e acabar com excesso de pessoal em algumas praças. A opção de desligamento é exclusiva para os funcionários lotados em função com excesso de pessoal.

Empregados com até 20 anos de banco receberão até 7,8 salários brutos como incentivo para o desligamento. Quem está há mais de 20 anos na empresa pública receberá até 9,8 salários como incentivo para o desligamento.

Incentivos extras para demissão

Nos dois casos, o piso de R$ 20 mil e o teto de R$ 200 mil devem ser respeitados. O banco também pagará por até um ano as mensalidades do plano de saúde dos empregados e dos dependentes inscritos até o desligamento.

Quem aderir ao PAQ fica dispensado de ressarcir custos com treinamentos, entre eles, cursos de MBA, graduação, idiomas e certificações, desde que estejam matriculados e cursando regularmente as disciplinas.

Os empregados também ficam liberados de restituir o banco de vantagens recebidas em nomeação ou remoção ocorrida com menos de 365 dias da data de desligamento.

Mais Economia