IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Todos a Bordo


Passageiro "indisciplinado" é retirado de avião da Azul à força pela PF

Avião da companhia Azul - Divulgação
Avião da companhia Azul Imagem: Divulgação

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

31/08/2019 17h43

Um passageiro que estava em um voo da companhia aérea Azul foi retirado à força do avião por agentes da Polícia Federal, no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Segundo a Azul, a medida foi necessária pela falta de disciplina do passageiro no voo para garantir a segurança dos demais clientes. O incidente ocorreu ontem, no voo AD4881, que faz a rota Rio de Janeiro - São Paulo.

O avião saiu às 11h do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e pousou em Congonhas, São Paulo, às 11h53. Antes de levantar voo, policiais federais entraram na aeronave e levaram o passageiro detido. Outros passageiros relataram que, como o homem se recusou a acompanhar a polícia, ele saiu da aeronave segurado deitado nos braços dos policiais.

Segundo a Azul, a retirada do passageiro pela Polícia Federal se fez necessária porque ele estava "indisciplinado". "Atitudes como essa são necessárias para conferir a segurança de suas operações", alegou a Azul. "O desembarque do cliente ocorreu ainda no Rio de Janeiro, no aeroporto do Santos Dumont, durante o processo de embarque do voo", informou a Azul.

O passageiro não foi identificado. A Polícia Federal não informou os procedimentos adotados após a retirada do passageiro da aeronave.

De acordo com normas da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), um passageiro indisciplinado é aquele que "não respeita as normas de conduta em um aeroporto ou a bordo de uma aeronave ou que não respeita as instruções do pessoal de aeroporto ou dos membros da tripulação" e ainda "perturba a ordem e a disciplina no aeroporto ou a bordo da aeronave", define.

Nesses casos, segundo a ANAC, o operador aéreo deve garantir o controle de passageiro indisciplinado por meio de ações, como tomar medidas para coibir condutas da indisciplina, impedir o embarque de passageiro indisciplinado e ainda desembarcar o passageiro indisciplinado no aeródromo mais apropriado, levando-se em consideração o risco à segurança do voo.

Todos a Bordo