IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Todos a Bordo


Embraer KC-390 é mais rápido, mais moderno e leva mais carga que Hercules

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A FAB recebe hoje o primeiro KC-390 da Embraer.
  • O avião vai substituir os antigos C-130 Hercules, que estão na frota desde 1964.
  • O avião da Embraer é mais moderno, voa mais rápido e leva mais carga a bordo.
  • O KC-390 chega a 870 km/h, enquanto os novos C-130J Super Hercules atingem 660 km/h.
  • A capacidade máxima do avião brasileiro é de 26 toneladas, contra 23 toneladas do norte-americano.
  • O KC-390 será usado para missões de transporte, abastecimento em voo, busca e salvamento, entre outras.

A FAB (Força Aérea Brasileira) recebe nesta quarta-feira (4) o primeiro Embraer KC-390. O novo avião chega para substituir o Lockheed Martin C-130 Hercules na frota da FAB e disputar o mercado mundial neste segmento, que vem sendo dominado há décadas pelos norte-americanos.

O KC-390 voa mais rápido, mais alto e com mais carga que o Hercules. O brasileiro tem várias vantagens: pode ser abastecido em voo e tem motores melhores. Enquanto o C-130J Super Hercules utiliza quatro motores turboélices, o KC-390 é equipado com dois motores turbofan. Com isso, o avião brasileiro pode chegar a uma velocidade máxima de 870 km/h, enquanto o Super Hercules chega a até 660 km/h.

O avião brasileiro também é maior que o Super Hercules. O KC-390 tem uma capacidade máxima de carga de 26 toneladas, enquanto o C-130J leva pouco menos de 23 toneladas. O Hercules chega à altitude máxima de 8.600 metros, enquanto o KC-390 chega a 11 mil metros.

Veja os principais dados sobre os dois aviões:

C-130J Super Hercules

  • Capacidade de carga: 22.670 quilos
  • Comprimento: 34,37 metros
  • Altura: 11,84 metros
  • Envergadura: 40,41 metros
  • Alcance com 18 toneladas de carga: 4.425 km
  • Altitude máxima: 8.600 metros
  • Velocidade de cruzeiro: 660 km/h

KC-390

  • Capacidade de carga: 26 mil quilos
  • Comprimento: 35,20 metros
  • Altura: 11,84 metros
  • Envergadura: 35,05 metros
  • Alcance com 23 toneladas de carga: 2.815 km
  • Altitude máxima: 11 mil metros
  • Velocidade de cruzeiro: 870 km/h

Versão atual do C-130J Super Hercules usada pela Força Aérea dos Estados Unidos - Divulgação/Lockheed Martin
Versão atual do C-130J Super Hercules usada pela Força Aérea dos Estados Unidos
Imagem: Divulgação/Lockheed Martin

Aviões têm missões semelhantes

Os dois aviões foram desenvolvidos para missões semelhantes, como lançamentos aéreos de paraquedistas e cargas, reabastecimento em voo, combate aéreo a incêndios, evacuação aeromédica e busca e salvamento. Segundo a FAB, no entanto, o KC-390 atende "conceito e ideias de pilotos e engenheiros da FAB que ansiavam por demandas acima das cumpridas pelo C-130 Hércules".

O avião brasileiro aposta em um conceito bem mais moderno para conquistar o espaço dominado atualmente pelo C-130J Super Hercules, a atual versão e que será usada para comparação entre os dois modelos.

Lançado na década de 1950, o C-130 Hercules já teve mais de 2.500 unidades produzidas. Cerca de 40 anos depois, o modelo ganhou uma versão atualizada. O C-130J Super Hercules manteve o sucesso após ser lançado no final da década de 1990 e já teve mais de 400 unidades entregues.

O KC-390 é fruto de uma parceria entre a Embraer e a FAB, que encomendou 28 unidades. Os novos aviões irão substituir exatamente a frota de C-130 Hércules, operada pela FAB desde 1964. Além do Brasil, Portugal também já encomendou cinco unidades do modelo.

O KC-390 vai ficar com a Embraer que não foi vendida à Boeing, mas as duas empresas fizeram um acordo comercial para alavancar as vendas do KC-390 a outros países. A Embraer vai criar uma joint venture com a Boeing para tratar exclusivamente da comercialização e manutenção de aviões do modelo. O negócio terá 51% de participação da Embraer e 49% da Boeing.

Voando mais rápido e com mais carga, o avião brasileiro consegue cumprir grandes missões de transporte em menos tempo. Uma frota de seis KC-390 pode levar 500 toneladas e mil passageiros a locais distantes a 1.250 quilômetros em dois dias, fazendo várias viagens. Segundo a Embraer, para esse tipo de missão o KC-390 é 40% mais veloz do que qualquer cargueiro militar atual do mesmo segmento.

Alcance ajuda em missões de busca e salvamento

A autonomia de voo é outro ponto importante para as missões da Força Aérea Brasileira. São mais de 22 milhões de km² de espaço aéreo sob responsabilidade da FAB que se estende por águas internacionais no oceano Atlântico. Além do controle de tráfego aéreo, a FAB também é responsável por missões de busca e salvamento.

Sem carga, o avião pode percorrer mais de 6.000 quilômetros. "Usado com um radar de última geração, o KC-390 poderá localizar embarcações naufragadas com possibilidade de acompanhar alvos e fazer o rastreio de mais de 200 pontos simultaneamente", disse a FAB.

Além disso, o KC-390 pode até mesmo voar indefinidamente. O avião pode fazer tanto o reabastecimento de outros aviões como ser reabastecido em voo por outras aeronaves, como o Hércules ou outro KC-390.

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão anterior deste texto informava incorretamente, no título, que o KC-390 voa mais longe que o Hercules. Na verdade, o Hercules tem maior alcance. A informação foi corrigida.

Todos a Bordo