IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Maia defende veto a bagagens grátis: "Derrubar só interessa à Gol e à TAM"

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), durante evento do banco BTG Pactual - AMANDA PEROBELLI/  	REUTERS
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), durante evento do banco BTG Pactual Imagem: AMANDA PEROBELLI/ REUTERS

Do UOL, em São Paulo

24/09/2019 15h05

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu a manutenção do veto que permite a cobrança por bagagem em viagens aéreas. O parlamentar criticou a organização atual do setor de aviação no Brasil, dizendo que a derrubada do veto só interessa a um "duopólio" formado por Gol e TAM.

"A regra que está colocada é a regra que vai, agora, com a autorização do 100% de capital estrangeiro para companhias aéreas, gerar a possibilidade, em doze meses, que as companhias aéreas estrangeiras venham para o Brasil, e operem o mercado regional", explicou.

"Se nós derrubarmos o veto, nós vamos estar dizendo: 'Gol e TAM, continuem operando, cobrando esses preços horrorosos, caros, que inviabilizam o brasileiro de voar pelo nosso país'", completou ainda.

Uma sessão do Congresso está marcada para hoje, às 15h, para discutir a manutenção ou derrubada do veto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Economia