PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Reformas não se resumem à da Previdência, diz presidente do BC

Silvia Zamboni/Valor/Agência O Globo
Imagem: Silvia Zamboni/Valor/Agência O Globo

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

26/09/2019 13h51

O presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto, afirmou hoje que o ajuste fiscal para recuperar a economia não se resume à aprovação da reforma da Previdência. Segundo ele, o processo de recuperação da economia brasileira, com juros baixos, inflação controlada e crescimento sustentável, também depende de reformas microeconômicas.

"As reformas não são apenas a da Previdência. Olhamos de forma geral. O avanço em reformas micro também é importante. O avanço no programa de venda de ativos, que tem gerado uma expectativa positiva, também é importante. Mas não é papel do BC fazer uma avaliação qualitativa das reformas", disse.

Campos Neto citou que a aprovação da lei da liberdade econômica, o avanço do novo marco legal do saneamento básico, o projeto do Ministério da Economia para reduzir o preço do gás e a abertura comercial são exemplos de medidas microeconômicas importantes para o país.

"A continuidade desse processo é muito importante. Temos uma troca do setor público pelo setor privado. Não temos mais espaço fiscal e o modelo liberal é adotado", disse.