PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Gol cortará salários e jornadas em 35% para enfrentar coronavírus

Os executivos da companhia também terão seus salários reduzidos, mas em 40%, em abril, maio e junho - Divulgação/Gol
Os executivos da companhia também terão seus salários reduzidos, mas em 40%, em abril, maio e junho Imagem: Divulgação/Gol

Do UOL, em São Paulo

19/03/2020 18h00

A companhia aérea Gol anunciou hoje em comunicado que vai cortar salários e jornadas de seus funcionários em 35% para adequar sua força de trabalho aos impactos da pandemia do novo coronavírus. As informações foram divulgadas pela agência de notícias Reuters.

Os executivos da companhia também terão seus salários reduzidos, mas em 40%, em abril, maio e junho. A Gol ainda vai adiar o pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2019 para a partir de agosto de 2020.