PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Delta não venderá assentos do meio para manter distância entre passageiros

A decisão, anunciada hoje pela empresa, deve durar pelo menos até o final de maio - Getty Images/iStockphoto
A decisão, anunciada hoje pela empresa, deve durar pelo menos até o final de maio Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL

08/04/2020 17h28

A companhia aérea Delta, dos Estados Unidos, decidiu parar de vender os assentos do meio em fileiras de três lugares para garantir uma distância razoável entre quem viaja na janela e quem viaja no corredor.

A decisão, anunciada hoje pela empresa e reportada pela CNN, deve durar pelo menos até o final de maio.

Neste período, passageiros também não poderão escolher seu assento na hora da compra ou do check-in — os funcionários da companhia decidirão na hora do embarque a melhor forma de acomodar as pessoas no voo, "considerando normas de distanciamento social e restrições de peso e equilíbrio da aeronave".

O CEO da Delta, Ed Bastian teria informado aos funcionários que eles teriam uma redução de 80% na jornada de trabalho de abril por conta da baixa demanda por voos.

Segundo a CNN, a companhia transportou apenas 38 mil pessoas em 28 de março, pouco mais de 5% dos 600 mil passageiros que costuma ter aos sábados. Com isso, Bastian prevê que a Delta sofra baixa de 90% na receita.

Economia