PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Gol retoma voos no RJ a partir do dia 24; outras rotas retornam em junho

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

19/05/2020 16h04

A Gol prepara um plano para retomar os voos no Rio de Janeiro a partir do dia 24 de maio. A decisão foi anunciada em videoconferência realizada hoje entre o presidente da companhia aérea, Paulo Kakinoff, e o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), além de outros representantes.

Os voos no estado foram reduzidos desde março, como resposta à pandemia do novo coronavírus. No entanto, diante da demanda existente, a empresa analisa que pode chegar a dezembro com redução de apenas 11% na oferta de assentos em comparação a dezembro de 2019.

"Hoje a Gol está com uma malha de apenas três voos do Galeão para Guarulhos, porém, a partir do dia 24 de maio, voltaremos a ter uma quantidade de voos maior para o Rio de Janeiro", anunciou Celso Ferrer, vice-presidente da Gol. "Será ainda muito tímida, provavelmente vamos passar de três voos para uma média de 10 a 12. Além disso, também teremos alguns destinos para o Santos Dumont", prometeu.

De acordo com Ferrer, o plano de retomada será iniciado com 16 rotas, com foco nas regiões Sul e Nordeste, além de Brasília e Vitória. A companhia informou que o planejamento prévio para o pós-pandemia será avaliado constantemente, considerando principalmente o combate ao coronavírus no Rio.

A novidade foi celebrada por Witzel, que vê nos voos um início de retomada econômica do estado. "Fiquei feliz de ver esta projeção de retomada para este ano tão difícil. A recuperação econômica é gradual e estamos pensando nela. É preciso que enfrentemos os desafios com união."

O ponto de vista foi semelhante ao do secretário de Estado de Turismo, Otavio Leite. Para ele, o projeto apresentado pela Gol é positivo para o Rio.

"A companhia está pensando à frente. Considero importantes reuniões como essa para que possamos prosseguir com o diálogo. Planejar a retomada é fundamental, porque quando a situação da saúde permitir teremos um norte, com todos os cuidados e protocolos de saúde pública mantidos", analisou.

Retorno de Congonhas em junho

A Gol ainda anunciou alterações em sua malha aérea entre 1º e 30 de junho. A própria empresa reconhece tratar-se de "um aumento sutil no número de voos e horários", mas promete mais comodidade para deslocamento de passageiros e cargas, seguindo padrões de segurança e sanitização.

Ao longo do próximo mês, serão 100 voos diários nacionais, contra 68 previstos em maio. Do total citado, 20 voos terão início em 10 de junho, reativando o aeroporto de Congonhas — em São Paulo, o aeroporto de Guarulhos vinha concentrando as operações.

Do aeroporto na capital paulista, voltarão a decolar voos para os aeroportos de Florianópolis, Navegantes, Salvador (com quatro saídas na semana) e Recife (com seis). Ainda em Congonhas, a Gol promete "horários corporativos" para Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre.

No aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, a empresa aumentará o número de voos para Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Sergipe. São rotas para Aracaju (às terças, quintas e domingos), Curitiba, Porto Alegre (segunda a sexta e domingo), e Vitória (segunda, terça, quarta, sexta e domingo), todas com início em 10 de junho.

A partir do dia 10 de junho, será a vez de retomar voos entre Chapecó (SC), Ilheús (BA), Porto Seguro (BA), Juazeiro do Norte (CE) e Petrolina (PE) com o aeroporto de Guarulhos. Todos os destinos terão quatro saídas semanais - exceto Juazeiro, com três.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Economia