PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Caixa deposita 2ª parcela de R$ 600 de nascidos em julho ou agosto

Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo
Imagem: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

23/05/2020 04h00

O governo deposita neste sábado (23) a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para quem nasceu em julho ou agosto e recebeu a primeira parcela entre 1º e 30 de abril. A exceção é o beneficiário do Bolsa Família, que recebe de acordo com outro calendário.

O calendário de hoje é para o depósito na poupança digital da Caixa. Todos os beneficiários da segunda parcela vão receber o dinheiro em uma conta digital, mesmo aqueles que indicaram conta de outro banco no cadastro. Nesse caso, os valores poderão ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão de débito virtual.

Para sacar o dinheiro ou transferi-lo para outro banco será preciso esperar alguns dias, seguindo um calendário que começa no dia 30 de maio.

Confira todas as datas:

Depósito da primeira parcela para nascidos em maio, junho ou julho

Milhões de trabalhadores fizeram o pedido da primeira parcela, ainda aguardam a resposta e, portanto, não receberam nem a primeira parcela.

Neste sábado, será pago o valor para mais um grupo que ainda não recebeu a primeira parcela. Hoje recebem os que nasceram em maio, junho ou julho. Esse calendário, que também é feito em etapas, por mês de nascimento, vai até 29 de maio, com os depósitos de quem nasceu em dezembro.

Ao todo, são 8,3 milhões de pessoas que tiveram o pedido aprovado na semana passada e vão receber a primeira parcela nesse período, de acordo com a Caixa.

O pagamento estará disponível imediatamente para saque. Confira a seguir o calendário completo.

Previsão inicial era pagar 2ª parcela em 27 de abril

Mais de 50 milhões de brasileiros já receberam a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, segundo o governo. Inicialmente, a previsão do governo era pagar a segunda parte do benefício a partir de 27 de abril.

O auxílio emergencial foi anunciado pelo governo em 7 de abril. Na data, o governo informou que o pagamento da segunda parcela aconteceria entre os dias 27 e 30 de abril, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Aniversariantes de janeiro, fevereiro e março seriam os primeiros a receber.

Em 20 de abril, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, chegou a afirmar em entrevista a jornalistas que o pagamento da segunda parcela do auxílio seria antecipado do dia 27 para 23 de abril.

Dias depois, Bolsonaro disse que o anúncio da antecipação foi sem seu consentimento, e que primeiro deveria ser paga a primeira parcela para todos.

O Ministério da Cidadania também chegou a informar que o governo não conseguiria fazer a antecipação por "fatores legais e orçamentários".