PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Cartórios de SP passam a regularizar CPF para auxílio emergencial

Medida será expandida para os demais estados brasileiros e para o Distrito Federal - Reprodução/Diario de Goiás
Medida será expandida para os demais estados brasileiros e para o Distrito Federal Imagem: Reprodução/Diario de Goiás

Do UOL, em São Paulo

01/07/2020 16h36

Os 836 Cartórios de Registro Civil do Estado de São Paulo passam, a partir de hoje, a realizar a inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) para que as pessoas regularizem os documentos para obtenção do auxílio emergencial. A medida será expandida para os demais estados brasileiros e para o Distrito Federal.

Para fins de sustentabilidade dos serviços, os Cartórios de Registro Civil poderão cobrar do solicitante uma tarifa de conveniência no valor de R$ 7,00. Já os principais serviços feitos em Cartórios permanecem gratuitos: inscrição no CPF realizada no ato do registro de nascimento, cancelamento no caso de óbito e alteração de nome por ocasião do casamento.

O convênio firmado entre a Receita Federal e a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) tem como base a Lei Federal nº 13.484/17, que transformou os Cartórios de Registro Civil em Ofícios da Cidadania, podendo realizar parcerias com órgãos públicos para a solicitação e entrega de documentos de identificação.

O cidadão sairá do cartório já com o documento regularizado para sua utilização. Nos casos em que o sistema interligado com a Receita Federal apontar a necessidade de complementação do atendimento, o acompanhamento da situação poderá ser feito de forma online pelo site www.registrocivil.org.br mediante entrega de login e senha ao cidadão.

Para a Receita Federal, o convênio amplia em quase 800% sua rede de atendimento no estado de São Paulo, até então composta por 90 unidades físicas em 81 municípios paulistas, além do site da Receita.