PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

INSS em SP cria drive-thru para entrega de documentos durante pandemia

Agência do INSS no Brás, em São Paulo - Lucas Borges Teixeira/UOL
Agência do INSS no Brás, em São Paulo Imagem: Lucas Borges Teixeira/UOL

Do UOL, em São Paulo

03/07/2020 10h51

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em São Paulo criou uma espécie de drive-thru para receber documentos de pessoas que estão com pendências no pedido de benefício. Durante o período da pandemia do coronavírus, todas as agências do órgão no país estão fechadas.

Todas as agências do INSS no estado passam a contar com urnas nas quais os solicitantes podem depositar um envelope com a documentação exigida pelo instituto para dar prosseguimento à análise do benefício. O objetivo, segundo o instituto, é agilizar a análise de benefícios que estão parados por falta de documentação.

Chamado de Exigência Expressa, esse é um projeto-piloto no estado e que está em estudo para ser expandido para o resto do país. Ainda não há prazo para que os demais estados adotem o modelo.

Para saber quais documentos devem ser apresentados, o solicitante do benefício deve consultar o telefone 135, o Meu INSS (site ou aplicativo) ou entrar em contato com os plantões, cujos telefones e endereços de e-mails constam nas portas das agências.

Dentro do envelope, além da documentação solicitada pelo INSS, deverá haver a cópia de um documento de identidade com foto (RG ou Carteira de Habilitação) do segurado. Também deverá estar uma declaração de próprio punho assinada pelo segurado se responsabilizando pela autenticidade e veracidade das informações prestadas.

Os envelopes poderão ser entregues em qualquer agência do INSS em São Paulo, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h. Não há necessidade de agendamento prévio para a entrega.

Do lado de fora do envelope, é necessário constar os seguintes dados:

  • Nome completo do segurado
  • CPF do segurado
  • Endereço completo com CEP
  • Número do telefone do segurado com o DDD, ou telefone para recado com o nome de quem o receberá
  • Endereço de e-mail, se tiver
  • Data em que o envelope está sendo deixado na agência

O INSS informou que não haverá funcionários próximos às urnas para orientar o público. Também não será fornecido nenhum protocolo de atendimento após o envelope ser depositado na urna.

Envio pelo correio

Nas cidades em que não houver agência, além do Meu INSS, a entrega das cópias para o cumprimento da exigência poderá ser feita por meio do envio do envelope pelos correios para a Superintendência do INSS em São Paulo: Viaduto Santa Efigênia, 266, 2º andar, Centro, São Paulo, CEP 01033-050.

De acordo com o INSS, as cópias entregues nas agências ou enviadas pelos Correios não serão devolvidas aos segurados. Essa documentação vai ser escaneada e inserida no sistema. Depois disso, por medida de segurança, as cópias serão destruídas. Por isso, o INSS enfatiza que não aceitará documentos originais.