PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Caixa cria calendário para trabalhador ir ao banco e desbloquear Caixa Tem

Do UOL, em São Paulo

23/07/2020 15h42Atualizada em 23/07/2020 18h13

A Caixa criou um calendário para o trabalhador ir a uma agência do banco e conseguir desbloquear o aplicativo Caixa Tem. Quem procurar o banco fora das datas estabelecidas não será atendido, informou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. O app é usado pelo governo para pagar o auxílio de R$ 600 e o FGTS emergencial.

O banco informou nesta semana que bloqueou centenas de milhares de contas no Caixa Tem por suspeita de fraude. Os afetados são orientados pelo app a comparecer a uma agência com documento de identificação para comprovar que não houve irregularidade.

As datas foram divididas de acordo com o mês de aniversário do beneficiário, para evitar aglomerações nas agências, de acordo com a Caixa.

Desde a semana passada, trabalhadores relatam ter recebido um aviso para ir até uma agência da Caixa com um documento de identidade para comprovar que são os titulares das contas e desbloquear o uso do app. Nesta semana, a Caixa confirmou o bloqueio de "centenas de milhares" de contas, devido à identificação de fraudes.

Quem teve o acesso ao Caixa Tem bloqueado por suspeita de fraude receberá a seguinte mensagem: "É necessário regularizar seu Acesso. Procure uma agência, de acordo com o seu calendário de recebimento".

Segundo Pedro Guimarães, presidente do banco, as agências só vão atender quem já teve o dinheiro depositado durante o chamado "Ciclo 1" de pagamentos do auxílio emergencial.

Pedro Guimarães afirmou que o calendário de regularização vale também para quem está com problemas no Caixa Tem mas não recebe o auxílio emergencial. O aplicativo é usado também para depositar o FGTS emergencial e, para algumas pessoas, o BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda).

Documentos via WhatsApp

De acordo com a Caixa, 51% das pessoas tiveram o acesso bloqueado por suspeita de fraude e precisam comparecer à agência. Os outros 49% tiveram o acesso bloqueado em razão de "inconsistências cadastrais", sem indício de fraude.

Essas pessoas não precisarão ir à agência, podendo fazer a liberação do acesso enviando documentos pelo WhatsApp a partir de hoje (23).

Para isso, é preciso acessar o aplicativo Caixa Tem e pedir o desbloqueio.

O próprio app dará orientações sobre como enviar os documentos via WhatsApp. De acordo com o presidente da Caixa, após o envio dos documentos, o desbloqueio de todas as funções do Caixa Tem deve acontecer em até 24 horas.

Caixa Tem WhatsApp - Reprodução/Caixa - Reprodução/Caixa
Apenas quem teve acesso bloqueado por "inconsistência cadastral" poderá regularizar Caixa Tem via WhatsApp
Imagem: Reprodução/Caixa

Alerta sobre tentativa de golpes via WhatsApp

Guimarães afirmou que ninguém deve acessar links enviados diretamente pelo WhatsApp ou por outras redes sociais. Somente o link repassado dentro do próprio app Caixa Tem é confiável para o envio de documentos particulares à equipe do banco.

Nenhum outro aplicativo tem validade [para pedir documentos]. O único app em que essa informação é válida é o do Caixa Tem. É relevante isso para evitar qualquer envio de documentação dos clientes para pessoa que não esteja efetivamente analisando a questão.
Pedro Guimarães, presidente da Caixa