PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Não sacou até R$ 1.045 do FGTS? Novo prazo para pegar o dinheiro já começou

Cerca de R$ 7,9 bilhões do FGTS Emergencial não foram movimentados pelos trabalhadores - Marcelo Camargo/Agência Brasil
Cerca de R$ 7,9 bilhões do FGTS Emergencial não foram movimentados pelos trabalhadores Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

07/12/2020 16h22Atualizada em 30/12/2020 09h35

Quem ainda não sacou até R$ 1.045 do FGTS Emergencial tem novo prazo para fazer o pedido, que começa hoje e vai até 31 de dezembro.

O saque emergencial do FGTS foi criado neste ano como medida de combate aos impactos econômicos da pandemia de coronavirus. A liberação foi sendo feita em levas, de acordo com calendário que seguiu o mês de aniversário dos trabalhadores. O dinheiro foi depositado em poupanças digitais da Caixa, criadas automaticamente e vinculadas ao nome de cada beneficiário.

Na semana passada, a Caixa informou que cerca de R$ 7,9 bilhões do saque do FGTS que estavam nas poupanças digitais não tinham sido movimentados. Com isso, o dinheiro voltou para a conta do fundo de garantia de cada trabalhador no dia 30 de novembro, como já era previsto.

Os trabalhadores que não movimentaram os valores, porém, ainda podem acessar o dinheiro, se desejarem, dentro do novo prazo que começa nesta segunda-feira (7).

Para isso, é necessário realizar uma nova solicitação pelo aplicativo do FGTS. Assim, o saldo será transferido novamente para a conta digital aberta pela Caixa e ficará disponível para movimentação pelo aplicativo Caixa Tem.

O montante poderá ser utilizado em transações eletrônicas, saque em espécie ou transferência, sem custo, para outras contas. Só depois da solicitação, o trabalhador sabe o valor e a data para o saque do FGTS.

Segundo a Caixa, durante todo o calendário, foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores. O Saque Emergencial FGTS foi criado por meio da Medida Provisória 946/20 para auxiliar os brasileiros no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.