PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Bolsonaro diz que Silva e Luna vai fazer o que Castello Branco não fez

Do UOL, em São Paulo

04/03/2021 20h30

O presidente Jair Bolsonaro voltou hoje a se referir à nomeação do general Silva e Luna para a presidência da Petrobras e negou que a ação se caracterize como uma interferência na estatal.

"Não houve interferência, eu não falei 'vou baixar o preço na canetada'", argumentou. Ele completou: "Me acusaram de tudo, intervencionista, especuladores, os mafiososinhos que tem em tudo quanto é lugar, abusaram de ganhar dinheiro na bolsa, especulando, falando mentiras sobre interferência minha."

Bolsonaro, no entanto, disse que Silva e Luna vai fazer o trabalho que ele gostaria e criticou a atuação do atual presidente da empresa, Roberto Castello Branco.

"Agora, o general vai chegar na Petrobras e vai fazer o trabalho que eu gostaria que fizesse, que o outro não fazia. O outro estava há onze meses em casa, não vou dizer que não estava trabalhando, estava em casa", afirmou.

O presidente explicou, sem detalhar, o motivo da substituição na presidência da Petrobras. Segundo ele, a empresa precisa ser fiscalizada. "Umas coisas dependem da justiça, outras de outros órgãos, eu não tenho nenhuma autoridade sobre a ANP, mas a ANP vai colaborar também, o inmetro também, fiscalizar se aquele volume que você vê na tela da bomba entrou mesmo no seu carro, cartéis bilionários, da para entender o tamanho da briga que a gente entra".