PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

IPCA-15: preço de passagens aéreas tem alta de 34% em outubro

No grupo dos transportes do IPCA-15, as passagens aéreas foram o destaque - Sinenkiy/Getty Images/iStockphoto
No grupo dos transportes do IPCA-15, as passagens aéreas foram o destaque Imagem: Sinenkiy/Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

26/10/2021 13h31

Os preços das passagens aéreas tiveram alta de 34,35% no mês de outubro, na comparação com setembro, segundo dados do IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo 15), considerado uma prévia da inflação oficial (IPCA), divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O IPCA-15 acelerou a 1,2% em outubro. Essa foi a maior variação para um mês de outubro desde 1995 (1,34%) e a maior entre todos os meses do ano desde fevereiro de 2016, quando o índice foi de 1,42%.

No grupo dos transportes, as passagens aéreas foram o destaque, registrando impacto de 0,16 ponto percentual. Houve aumento no preço das passagens em todas as regiões, sendo a menor delas em Goiânia (11,56%) e a maior no Recife (47,52%).

Com fim do isolamento, férias ficam mais caras

O encarecimento das passagens aéreas ocorre em meio ao fim do isolamento social. Com o avanço da vacinação contra a covid-19, as famílias estão se sentido mais seguras para viajar durante as férias.

Com a demanda maior, companhias aéreas, empresas de turismo e de aluguel de veículos encontram mais espaço para reajustar preços e recompor receitas, após terem sofrido em 2020 durante a fase mais dura do isolamento social.

De acordo com a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), o preço do querosene de aviação (QAV) subiu 91,7% no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

* Com informações da reportagem de Fabrício Castro, do UOL, em Brasília

PUBLICIDADE