PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Musk compraria quais empresas brasileiras com o valor oferecido ao Twitter?

Elon Musk ofereceu US$ 43 bilhões para comprar Twitter - Britta Pedersen/POOL/AFP
Elon Musk ofereceu US$ 43 bilhões para comprar Twitter Imagem: Britta Pedersen/POOL/AFP

Do UOL, em São Paulo

19/04/2022 12h29

O bilionário Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX, ofereceu US$ 43 bilhões para comprar o Twitter. Com esse valor, ele conseguiria comprar quase todas as empresas brasileiras com ações negociadas na Bolsa, como Bradesco, Weg, Santander e BTG Pactual, de acordo com um levantamento feito pela empresa de informações financeiras Economatica.

Musk só não conseguiria comprar as quatro maiores: Vale, Petrobras, Itaú e Ambev. Todas as outras têm valem menos que os US$ 43 bilhões que Musk ofereceu pelo Twitter.

O ranking abaixo mostra as empresas com maior valor de mercado no Brasil.

Veja as empresas brasileiras com maior valor de mercado:

  1. Vale: US$ 93,7 bilhões
  2. Petrobras: US$ 91,3 bilhões
  3. Itaú: US$ 51,3 bilhões
  4. Ambev: US$ 49,5 bilhões
  5. Bradesco: US$ 41,3 bilhões
  6. Weg: US$ 28,6 bilhões
  7. Santander: US$ 28,2 bilhões
  8. BTG Pactual: US$ 27,4 bilhões
  9. Banco do Brasil: US$ 22,2 bilhões
  10. Telefônica: US$ 19,1 bilhões
  11. B3: US$ 18,8 bilhões
  12. JBS: US$ 18,5 bilhões
  13. Rede D'Or: US$ 17,8 bilhões
  14. Hapvida: US$ 15,8 bilhões
  15. Raízen: US$ 15,7 bilhões
  16. Suzano: US$ 15 bilhões
  17. Eletrobras: US$ 14,2 bilhões
  18. BB Seguridade: US$ 11,4 bilhões
  19. Gerdau: US$ 9,9 bilhões
  20. Carrefour: US$ 9,7 bilhões

O levantamento da Economatica considera o valor de mercado das empresas em 18 de abril deste ano.

Oferta de compra do Twitter

No início do mês, Musk informou ter comprado 9,2% de ações do Twitter, o que fez dele o maior acionista da rede social.

A princípio, ele faria parte do Conselho de Direção do Twitter, o que daria a ele poder de decisão sobre os rumos do site. No entanto, na última semana ele se recusou ao cargo.

Em 11 de abril, o presidente-executivo do Twitter, Parag Agrawal, publicou uma carta informando a recusa de Musk em participar do conselho.

No fim do documento, ele disse que "haverá distrações à frente, mas nossos objetivos e prioridades se mantêm intactos".

Alguns dias depois, Musk anunciou sua oferta de comprar todas as ações restantes do Twitter, por US$ 54,20 (cerca de R$ 254, na cotação do dia) por ação. Na ocasião, o valor de mercado do Twitter estava na casa dos US$ 37 bilhões.