IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Jornal: Caixa demite dois VPs promovidos na gestão Bolsonaro

Edfício-sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília - Leonardo Sá/Agência Senado
Edfício-sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília Imagem: Leonardo Sá/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo

25/04/2023 14h58Atualizada em 25/04/2023 16h01

A presidente da Caixa Econômica, Rita Serrano, destituiu dois vice-presidentes que estavam no banco desde o governo de Jair Bolsonaro (PL). As informações são do jornal Valor Econômico.

Quem são:

Thays Cintra Vieira: vice-presidente de Negócios de Varejo da Caixa. As críticas contra a funcionária incluem sua promoção durante a gestão de Pedro Guimarães, que deixou a presidência do banco em junho do ano passado, quando surgiram relatos de assédios cometidos por ele contra empregadas da Caixa. Ele é réu pelas denúncias.

Thays foi responsável pela elaboração do consignado do Auxílio Brasil, agora renomeado novamente como Bolsa Família. Essa versão do programa foi implementada no ano passado, às vésperas das eleições —nesse período, a Caixa disponibilizou 99% de toda sua carteira de crédito consignado de 2022, conforme apontam dados exclusivos obtidos pelo UOL.

Edilson Carrogi Ribeiro Vianna: vice-presidência de Agente Operador. Um vídeo dele, de 2019, ressurgiu nas últimas semanas. Nas imagens, Vianna aparece "tietando" o então presidente Bolsonaro (veja abaixo).

Segundo o jornal, os dois servidores foram informados sobre suas demissões e devem deixar o banco em maio.

Em contato com o UOL, a Caixa disse que "não se manifestará sobre o tema".