IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Jovem compra roupa por R$ 469,90 em loja renomada e descobre que é da Shein

Do UOL, em São Paulo

23/05/2023 11h56Atualizada em 23/05/2023 11h56

A designer de unhas Raphaela Leal compartilhou um vídeo em rede social em que relata ter pago mais que o dobro do valor na loja Duguess, de Itapema, em Santa Catarina, por uma peça comercializada pela varejista chinesa Shein.

O que aconteceu?

Raphaela pagou R$ 469,90 em um conjunto vendido por R$ 215,95 na Shein. Em um vídeo publicado em uma rede social, que conta com mais de 1,8 milhão de visualizações, ela mostra que o QR Code de uma etiqueta costurada na peça redireciona para o site da empresa chinesa.

Ela fez a devolução da peça e realizou a compra pelo site da Shein. Em outro vídeo postado, Raphaela afirma que recebeu o dinheiro de volta.

"Quero nota fiscal da mercadoria de onde elas compraram, porque não fui a única que questionou isso das peças dessa loja", afirmou Raphaela.

"Fomos nós que caímos em um golpe", disseram as donas da loja em posicionamento em uma rede social. Elas afirmaram que não seria possível comprar a grande quantidade de peças pela plataforma online da Shein por conta dos custos de importação.

As donas da Duguess afirmaram que adquirem suas peças por atacado no Brás, centro comercial de São Paulo, e que possuem a nota fiscal do produto. "Se tivéssemos agido de má-fé, teríamos cortado a etiqueta", disseram em uma rede social, pontuando que não retiram as etiquetas das peças.