Conteúdo publicado há 2 meses

CEO global do Carrefour lamenta morte de Abilio Diniz: 'Ícone dos negócios'

O CEO global do Carrefour, Alexandre Bompard, lamentou a morte do amigo e empresário Abilio Diniz, que faleceu neste domingo (18) de pneumonite, aos 87 anos.

O que aconteceu

Bompard disse que Abilio Diniz foi "um aventureiro de mil vidas". O brasileiro era um dos principais acionistas do Carrefour, com cargos no Brasil e no conselho de administração da companhia na França.

O CEO da rede francesa disse também que aprendeu muito com o brasileiro. "Desde 2017, aprendi muito com este ícone dos negócios. E sinto por ele uma profunda gratidão. Ao longo dos anos e das viagens, ele se tornou meu amigo", escreveu em publicação no Instagram.

Abilio Diniz foi um aventureiro de mil vidas, empreendedor excepcional, atleta de alto nível, homem da mídia e da cultura. Ele amava a vida, o amor e a velocidade, nutria uma paixão singular pela França e por um de seus principais ativos, o Carrefour, do qual era um aliado inabalável
Alexandre Bompard, CEO global do Carrefour


Morte de Abílio Diniz

O empresário de 87 anos foi "vítima de insuficiência respiratória em função de uma pneumonite". Abilio estava internado havia três semanas no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, com "quadro difícil", de acordo com pessoas próximas.

O empresário viajou em janeiro para Aspen, no Colorado (EUA), enquanto se recuperava de duas cirurgias no joelho. Ele se sentiu mal e voltou às pressas para o Brasil.

O velório do empresário foi aberto ao público nesta segunda-feira (19). A cerimônia aconteceu no Salão Nobre do Estádio MorumBis, do São Paulo Futebol Clube, seu time do coração. Os portões ficaram abertos até as 15h e o enterro será restrito à família.

Continua após a publicidade

Quem foi Abílio Diniz

Abilio Diniz
Abilio Diniz Imagem: Bruno Santos/Folhapress

Abilio Diniz foi dono do Grupo Pão de Açúcar, acionista do Carrefour e presidente do Conselho de Administração da BRF. Era um dos homens mais ricos do país, com fortuna avaliada em US$ 2,4 bilhões, segundo a Forbes.

Seu sucesso nos negócios tem origem na expansão do Pão de Açúcar. Abilio transformou a empresa fundada por seu pai em uma das maiores varejistas do país. O negócio começou como uma doceria em São Paulo e chegou a centenas de lojas. Tinha um estilo agressivo e ambicioso nos negócios, era amante dos esportes e, com mais de 80 anos, não se considerava idoso.

O empresário nasceu em 28 de dezembro de 1936. Foi o mais velho dos seis filhos de Valentim e Floripes Diniz. Valentim Diniz era imigrante português e conheceu Floripes pouco depois de chegar ao Brasil.

No final dos anos 1940, os pais de Abilio abriram a doceria Pão de Açucar, no bairro do Paraíso, em São Paulo. Abilio participou da rotina na doceria desde cedo. Ajudava na produção e na entrega dos doces. Também começou a praticar esportes ainda jovem.

Continua após a publicidade

Terminado o colégio, Abilio entrou em 1956 na recém-criada FGV (Fundação Getúlio Vargas). Ele fez parte da segunda turma do curso de administração. Ao final do curso, Abilio planejava continuar os estudos nos Estados Unidos. Mas seu pai propôs que ele abrisse um supermercado, e ele aceitou. O primeiro supermercado Pão de Açúcar foi inaugurado em 1959.

Deixe seu comentário

Só para assinantes