Bolsas

Câmbio

Santander Brasil tem lucro recorrente de R$ 1,6 bi no 4º tri, inadimplência fica estável

Aluísio Alves

  • Andy Rain/Efe

SÃO PAULO, 27 Jan (Reuters) - O Santander Brasil teve leve variação do lucro no último trimestre de 2015, com a expansão do crédito e das receitas com tarifas sendo contrabalançadas por maiores despesas com provisões para perdas com inadimplência, mesmo com estabilidade dos calotes.

No quarto trimestre, o lucro líquido recorrente do maior banco estrangeiro no país foi de R$ 1,6 bilhão, queda de 5,9% em relação ao trimestre anterior, mas aumento de 5,65% sobre um ano antes.

Considerando as despesas com ágio, o lucro societário foi de R$ 1,167 bilhão, queda de 7,8% na comparação sequencial.

No final de 2015, a carteira de crédito do banco espanhol no país somava R$ 260,988 bilhões, aumento de 6,3% em 12 meses e queda de 0,4% sobre setembro.

Um destaque foi o segmento grandes empresas, com alta de 12,1% em um ano. Já os empréstimos imobiliários tiveram salto de 21,6%. O consignado disparou 29,2% em 12 meses, impactado pela parceria com o Banco Bonsucesso, em fevereiro de 2015.

O índice de inadimplência acima de 90 dias ficou em 3,2%, estável sobre o trimestre anterior e queda de 0,1 ponto percentual em relação ao final de 2014.

A despesa do Santander Brasil com provisão para perdas com calotes entre outubro e dezembro somou R$ 3,497 bilhões, um salto de 17,6% sobre o trimestre anterior.

No último trimestre de 2015, as receitas do banco com tarifas e serviços somaram R$ 3,21 bilhões, alta de 7,8% sobre um ano antes.

(Edição de Priscila Jordão) 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos