PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Lula quer Meirelles no BC e Tombini poderia ir para a Caixa, dizem fontes

Por Marcela Ayres

16/03/2016 18h56

BRASÍLIA, 16 Mar (Reuters) - O plano do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seria de mexer na equipe econômica para tentar aumentar a credibilidade do governo junto aos agentes econômicos e, para isso, quer trazer de volta o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles para o comando da autoridade monetária.

A mudança, segundo duas fontes parlamentares com conhecimento do assunto e próximas a Lula ouvidas pela agência de notícias Reuters nesta quarta-feira (16), envolveria ainda eventual ida do atual presidente do BC, Alexandre Tombini, para a presidência da Caixa Econômica Federal, hoje sob a batuta de Miriam Belchior.

Uma das fontes afirmou que a ida de Meirelles para o BC seria uma espécie de "estágio", já que a proposta final é tê-lo no leme do Ministério da Fazenda, ideia acalentada por Lula há tempos e que ganhou força no fim do ano passado, quando seu nome foi defendido para a cadeira então ocupada pelo ex-ministro Joaquim Levy.

"Por que [Meirelles] no BC? Porque o mercado conhece", afirmou a fonte, acrescentando que a ideia é dar tempo para o mercado financeiro se acalmar e digerir positivamente a indicação, enquanto se constrói o projeto de Meirelles na Fazenda.

A fonte afirmou, ainda, que a proposta defendida por Lula estaria sendo gestada há cerca de cinco dias, e que ainda se mantinha de pé nesta quarta-feira, quando foi confirmada a ida do ex-presidente para a Casa Civil.

Já o atual ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, poderia assumir o comando do BC no plano de Lula no futuro, segundo as duas fontes, que ressaltaram que nenhuma dessas mudanças havia sido acertada ainda com a presidente Dilma Rousseff.

A eventual ida de Tombini para Caixa, ainda segundo as fontes, serviria para dar mais força à gestão do banco estatal.

(Edição de Patrícia Duarte)