Bolsas

Câmbio

Mercado europeu de ações tem leves variações com Syngenta, mas papéis de commodity pesam

Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - Os mercados europeus fecharam com leves variações nesta segunda-feira, após acumular perdas na semana passada, com a companhia química suíça Syngenta em alta depois de a oferta que a ChemChina fez à ela ser liberada por um regulador norte-americano.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 <.FTEU3> perdeu 0,03 por cento, a 1.339 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 <.STOXX> ganhou 0,09 por cento, a 340 pontos, estabilizando após a maior queda semanal desde junho na sexta-feira.

A ação da Syngenta ganhou 10,61 por cento, tendo o maior ganho no STOXX 600, após o Comitê de Investimento Estrangeiro norte-americano liberar a aquisição pela ChemChina por 43 bilhões de dólares, melhorando as chances de que a aquisição da maior produtora de pesticidas do mundo possa se concretizar.

Já a Getinge perdeu 3,95 por cento após a demissão do presidente-executivo, Alex Myers, após apenas 17 meses.

O índice de recursos básicos <.SXPP> também perdeu, com queda de 1,62 por cento, puxado pela queda nas ações de mineradoras.

Em LONDRES, o índice Financial Times <.FTSE> recuou 0,44 por cento, a 6.828 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX <.GDAX> caiu 0,47 por cento, a 10.494 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 <.FCHI> perdeu 0,24 por cento, a 4.389 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib <.FTMIB> teve valorização de 0,36 por cento, a 16.369 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 <.IBEX> registrou alta de 0,21 por cento, a 8.468 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 <.PSI20> valorizou-se 0,10 por cento, a 4.705 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos