Bolsas

Câmbio

Embraer busca finalizar acordos com autoridades diante de acusações de suborno

Roberto Samora

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer afirmou nesta quarta-feira (12) que busca finalizar acordos com autoridades dos Estados Unidos e do Brasil para encerrar caso em que a empresa é acusada de ter descumprido leis anticorrupção, em meio a investigações de suborno para obter contratos de venda de aeronaves no exterior.

A companhia tenta acordos definitivos com o Departamento de Justiça dos EUA e com a Comissão de Valores Mobiliários e Bolsa norte-americana para a resolução de alegações de descumprimento criminal e cível das leis anticorrupção dos EUA, segundo fato relevante nesta quarta-feira.

Além disso, a empresa disse estar buscando ultimar acordo com o Ministério Público Federal e a Comissão de Valores Mobiliários do Brasil para a resolução de alegações de descumprimento de determinadas leis brasileiras.

"Tais acordos, se vierem a ser ultimados, deverão ser consistentes com o Fato Relevante de 29 de julho de 2016", disse a Embraer, fazendo referência a um comunicado em que anunciou uma provisão de perdas de US$ 200 milhões no trimestre encerrado em 30 de junho de 2016, refletindo o provável desfecho da questão.

Mais cedo neste mês, a Embraer disse que estava em estágio avançado nas negociações com autoridades dos EUA, após o jornal "Folha de S.Paulo" ter informado que a companhia estava sendo investigada por suspeita de ter pago suborno para vender aviões para uma companhia aérea de Moçambique.

Embraer apresenta novo jato E190-E2

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos