Bolsas

Câmbio

Dólar se estabiliza ante cesta de moedas após pior queda em 2 meses

Por Ritvik Carvalho

LONDRES (Reuters) - O dólar se recuperava nesta quinta-fera após atingir a mínima de um mês, uma vez que investidores compravam a moeda após as fortes perdas provocadas pelo fato de o Federal Reserve não ter dado nenhuma mensagem "hawkish" sobre mais aumentos dos juros.

O índice do dólar ante uma cesta de moedas <.DXY> registrou a maior queda diária em dois meses na quarta-feira e o euro, consistentemente resistente à força do dólar desde novembro, teve o maior salto em nove meses.

O euro também foi impulsionado pela eleição na Holanda, com a vitória do primeiro-ministro Mark Rutte sobre o rival de extrema-direita Geert Wilders.

Mas operadores disseram que grande parte disso parece ter sido realização de lucros por investidores diante das grandes apostas feitas sobre o dólar desde novembro e novamente nas últimas duas semanas, com a expectativa de que o Fed elevaria os juros com mais força à frente do que esperado anteriormente.

"Parece para nós o clássico 'comprar no boato, vender no fato', já que só podemos achar que o mercado está fortemente comprado em dólares", disse o consultor cambial Stephen Simonis, da FXDD Global.

"Embora as vendas do dólar possam durar um dia ou dois, nosso pensamento é de que comprar nessas... baixas ainda é uma boa estratégia."

No pregão europeu, o índice do dólar chegou a recuperar todas as suas perdas desde o fechamento nos EUA, e às 8h38 (horário de Brasília) tinha queda de 0,14 por cento, a 100,6.

Já o euro perdia 0,0 por cento, a 1,0727 dólar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos