Bolsas

Câmbio

Ministro defende punição para Samarco, mas não fechamento da empresa

SÃO PAULO (Reuters) - O rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), em 2015, foi "um acidente", e a punição da companhia não deve prever seu fechamento, afirmou nesta quinta-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

"O que ocorreu em Mariana foi um acidente. Podem ter ocorrido erros, mas foi um acidente. Precisamos punir a Samarco, mas não fechá-la", destacou o ministro, durante evento em São Paulo.

Ele acrescentou que desde então foram tomadas medidas, como a criação da Agência Nacional de Mineração e inspeções recorrentes em barragens, para se evitar novos problemas.

(Por José Roberto Gomes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos