Bolsas

Câmbio

Reforma da Previdência

Temer diz que se empenhará por reforma da Previdência mesmo que seja para aprovar texto parcial

Lisandra Paraguassu

Em sua primeira reunião com líderes da base aliada na Câmara depois que a segunda denúncia foi barrada, o presidente Michel Temer afirmou que vai continuar se empenhando na reforma da Previdência, mesmo que não seja para aprovar toda a proposta inicial.

"A reforma da Previdência é a continuação fundamental para um fecho das reformas que estamos fazendo. Continuarei me empenhando nela", disse Temer na abertura da reunião com os parlamentares. "Embora que não se possa fazer todo o conjunto que se propôs, que possamos fazer um avanço que permita a quem vier depois possa fazer uma nova revisão."

Temer disse ainda que a reforma da Previdência não é sua, e sim do governo, mas um "governo compartilhado", que inclui os parlamentares, e que "muitos pretendem derrotá-la supondo que derrotando-a derrotam o governo", o que não é verdade.

Temer voltou a acusar o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de ser o causador do atraso na reforma.

"Aqueles gestos inadequados praticados por algumas figuras terminaram atrasando a reforma", disse.

Qual o perfil dos aposentados atualmente?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos