Bolsas

Câmbio

Sauditas devem disputar mercado de petróleo após IPO da Aramco, diz JP Morgan

(Reuters) - A esperada oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da petroleira saudita Saudi Aramco deverá ser um importante marco para a Arábia Saudita voltar à luta por uma maior fatia no mercado de petróleo, disse o JP Morgan.

Segundo o banco, os sauditas provavelmente deverão decidir elevar a produção em função da diminuição de sua influência na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) após a realização do IPO da Aramco.

"Nossa viagem à Arábia Saudita evidenciou o crescente risco de um adiamento da decisão da Opep (sobre prorrogar cortes de produção) para o primeiro trimestre de 2018 se os preços do petróleo continuarem fortes, acima de 60 dólares o barril", afirma o JP Morgan.

O banco disse que a visão do reino saudita é de buscar elevar sua capacidade de produção no longo prazo para 13,5 milhões de barris por dia (bpd), contra 12,5 milhões atualmente, assumindo que haverá demanda suficiente.

O chefe da área de relatórios em óleo e gás do JP Morgan para o Oriente Médio, Christyan Malek, viajou recentemente à Arábia Saudita, onde se encontrou com ministros e especialistas da indústria. O JP Morgan tem trabalhado com a Aramco por décadas.

(Por Dmitry Zhdannikov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos