Bolsas

Câmbio

BCE mantém política monetária e orientação

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) reafirmou sua postura de política monetária ultrafrouxa nesta quinta-feira, prometendo manter os juros até depois do término do programa de compra de títulos e mantendo a promessa de aumentar as aquisições se necessário.

O BCE manteve os juros nas mínimas recordes, confirmou que as compras mensais de títulos serão reduzidas para 30 bilhões de euros por mês a partir de janeiro e disse que está pronto para expandir ou prolongar as compras de títulos se a perspectiva de inflação piorar.

"Se a perspectiva se tornar menos favorável, ou se as condições financeiras se tornarem inconsistentes com mais progresso em direção a um ajuste sustentado na trajetória de inflação, o Conselho do BCE está pronto para aumentar a compra de títulos em termos de tamanho e/ou duração", informou o banco central em comunicado.

O BCE decidiu em outubro prorrogar as compras mensais de títulos em nove meses e reduziu-as para 30 bilhões de euros, ante 60 bilhões de euros. Os economistas entrevistados pela Reuters esperavam que o banco apresentasse uma trajetória constante, limitando qualquer debate sobre a próxima medida.

Com a decisão desta quinta-feira, a taxa de depósito, atualmente a principal ferramenta de juros do BCE, continuou em -0,40 por cento.

A principal taxa de refinanciamento, que determina o custo do crédito na economia, foi mantida em zero, enquanto a taxa de empréstimo continua em 0,25 por cento.

(Por Balazs Koranyi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos