Bolsas

Câmbio

IGP-10 desacelera alta a 0,79% em janeiro com pressão menor no atacado, diz FGV

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) desacelerou a alta a 0,79 por cento em janeiro depois de avançar 0,90 por cento em dezembro, com menor pressão no atacado, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

O resultado igualou a expectativa em pesquisa da Reuters com economistas.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, subiu 1,06 por cento no mês, contra alta de 1,22 por cento em dezembro.

Os Produtos Agropecuários passaram a um avanço de 0,74 por cento em janeiro ante 0,90 por cento antes, enquanto os Industriais subiram 1,17 por cento contra 1,33 por cento em dezembro.

A inflação ao consumidor, por outro lado, mostrou maior pressão uma vez que o Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), que responde por 30 por cento do índice geral, acelerou a alta a 0,36 por cento em janeiro, de 0,29 por cento no mês anterior.

O destaque para esse resultado foi a alta de 0,66 por cento do grupo Alimentação, depois de registrar deflação de 0,16 por cento em dezembro, com forte avanço de hortaliças e legumes.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) avançou 0,08 por cento no período, após alta de 0,3 por cento em dezembro.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

(Por Camila Moreira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos