ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Falha em linha da usina de Belo Monte gera blecaute com impactos em todas regiões

21/03/2018 19h12

Por Luciano Costa e Leonardo Goy

SÃO PAULO/BRASILIA (Reuters) - Uma falha na linha de transmissão que conecta a hidrelétrica de Belo Monte ao sistema elétrico gerou um blecaute de grandes proporções no Brasil nesta quarta-feira, com maiores impactos no Norte e no Nordeste, mas com desligamentos registrados em todas as regiões do país, disseram autoridades nesta quarta-feira.

O apagão teve início por volta de 15h40, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), e no Norte e Nordeste o fornecimento ainda não estava normalizado ao menos até o final da tarde, por volta das 17 horas.

"Nós tivemos a informação de que caiu uma linha transmissora (da hidrelétrica) de Belo Monte (no Pará) e, se cai a linha de transmissão... há apagão. Esse apagão é devido a isso", afirmou o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Mais cedo, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), ex-presidente da Chesf, subsidiária da Eletrobras, disse no Twitter que o desligamento foi causado por uma "falha nos testes" da linha de Belo Monte.

O chamado "linhão" de Belo Monte, que leva a produção da hidrelétrica do Norte ao Sudeste do país, entrou em operação no final do ano passado e é de responsabilidade da estatal Eletrobras e da chinesa State Grid.

As empresas não responderam de imediato a pedidos de comentário sobre o apagão.

O ONS já havia registrado no final de janeiro um blecaute com impactos em todas as regiões do país devido a um "desligamento automático" no linhão de Belo Monte.

O órgão do setor elétrico, no entanto, não chegou a apontar os motivos do blecaute desta quarta-feira.

"As causas de desligamento estão sendo investigadas", disse o ONS em nota.

Segundo o ONS, o blecaute desta quarta teve início por volta de 15h40, com o desligamento de 22,5 por cento da carga de energia do sistema interligado brasileiro e impacto principalmente no Norte e no Nordeste.

O problema nessas regiões, no entanto, levou posteriormente um corte automático da energia também para consumidores nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

O fornecimento no Sul, no Sudeste e no Centro-Oeste foi praticamente normalizado até às 16h15, segundo o ONS, mas o Norte e Nordeste ainda seguiam no escuro no final da tarde.

"As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso", afirmou o órgão responsável pela operação do sistema elétrico.

Mais Economia