ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Captações da Kroton crescem 3,4% no 1º tri, mas base de alunos cai com menos rematrículas

27/04/2018 09h33

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - A Kroton Educacional captou 322.776 novos alunos no primeiro trimestre, um número 3,4 por cento maior em relação ao mesmo período do ano passado, informou nesta manhã maior grupo de ensino superior do país em comunicado.

Apesar disso, a base total de alunos da companhia encolheu 1,6 por cento na mesma comparação, para 957.914 estudantes, refletindo uma queda de 4 por cento das rematrículas com o maior número de formaturas no período advindas de fortes captações em 2013 e 2014.

Na graduação presencial, as admissões de novos alunos subiram 4,2 por cento nos três primeiros meses do ano, com o aumento de 163,3 por cento na captação via ProUni compensando queda de 71,7 por cento nas novas matrículas com Fies e de 28,4 por cento com o programa de financiamento da Kroton, o PEP.

Enquanto isso, as rematrículas caíram 8,5 por cento neste segmento, o que contribuiu para uma redução de 5,2 por cento na base de estudantes de graduação presencial, que atingiu 406.040.

No ensino à distância (EAD), as captações cresceram 3 por cento no primeiro trimestre, enquanto as rematrículas aumentaram 0,1 por cento, elevando em 1,2 por cento o total de alunos EAD, para 551.874.

"A companhia conseguiu apresentar crescimento de captação em ambos os segmentos, mesmo em um cenário competitivo mais desafiador e com ainda elevados níveis de desemprego", disse a Kroton no comunicado, destacando ainda a significativa redução da oferta de Fies.

Ainda segundo o documento, a empresa reduziu o nível de evasão para 11,2 por cento na graduação presencial e para 13 por cento na EAD, de 12,4 e 14,8 por cento, respectivamente, no primeiro trimestre de 2017.

"Essas evoluções refletem diretamente a ampliação e consolidação das iniciativas associadas ao Programa Permanência que passou a contar com um conjunto de ações como, por exemplo, times de retenção em todas as unidades e modelos preditivos de evasão que buscam entender melhor o perfil dos alunos", explicou a Kroton.

Na quarta-feira, a rival Estácio Participações anunciou uma queda de 3,2 por cento no número de novos alunos admitidos para gradução presencial e EAD no primeiro trimestre, para 143,5 mil alunos. No entanto, assim como no ano passado, o período de captações se estendeu até abril e o total de novas matrículas chegou a 165,8 mil, ante 160,2 mil um ano atrás.

Em teleconferência com analistas sobre o balanço trimestral, o presidente-executivo da Estácio, Pedro Thompson, avaliou o processo de captações deste ano como "duríssimo", atribuindo as dificuldades às mudanças no Fies.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia