PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

PIB da construção pode encolher até 1% em 2018, diz SindusCon-SP

De São Paulo

18/09/2018 15h19

O Produto Interno Bruto (PIB) da indústria brasileira de construção civil pode encolher de 0,6% a 1% em 2018, informou nesta terça-feira o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), revisando para baixo a estimativa anterior, de alta de 0,5%.

"O cenário dos últimos meses, agravado pela incerteza eleitoral, contribuiu decisivamente para que não se resgatasse a confiança dos investidores, revertendo a expectativa de que a construção voltaria a crescer em 2018", disse o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, em nota.

Entre os fatores que motivaram a revisão da projeção, o SindusCon-SP citou a persistência do alto grau de incerteza com o quadro eleitoral e queda nas expectativas de empresários do setor. Além disso, destacou o sindicato, a produção da indústria de materiais de construção não voltou ao nível anterior à greve dos caminhoneiros.

Em agosto, o faturamento deflacionado com as vendas de materiais de construção subiu 0,5% na comparação anual e 1,2% sobre julho, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) na quarta-feira passada.

Ainda segundo levantamento do SindusCon-SP, o mercado de trabalho segue em deterioração em todos os segmentos da construção, exceto engenharia e arquitetura. Para 2018, a previsão é de queda de 2,9% no nível de emprego.

(Por Gabriela Mello)